Dono de marina confessa ter matado irmãos que estavam em passeio de jet ski

O caso aconteceu em Itanhaém e segundo o proprietário os dois estavam ameaçando ele

Resumo da Notícia

  • Dois irmãos foram mortos durante um passeio de jet ski
  • O dono da Marina confessou ter matado os dois
  • O proprietário está respondendo o processo em liberdade

O proprietário da Marina do Félix, complexo de lazer em Itanhaém, confessou ter matado os dois irmãos Everton Oliveira Pereira de Andrade, 27, e Maycon Oliveira Pereira de Andrade, 28. O crime ocorreu às margens do rio Itanhaém no último sábado (5), enquanto os irmãos encerravam um passeio de jet ski no estabelecimento. O homem foi ouvido e liberado pela polícia.

-Publicidade-

O suspeito se apresentou voluntariamente ao plantão policial, acompanhado de um advogado e, em depoimento, que o portal da UOL teve acesso, alegou que estava sendo perseguido e ameaçado pelos irmãos devido a uma dívida envolvendo a negociação de um imóvel — que ele lhes teria vendido e, posteriormente, apresentado problemas na documentação.

Everton e Maycon morreram no último sábado
Everton e Maycon morreram no último sábado (Foto: Reprodução/UOL)

O empresário é dono da marina, de uma chácara de eventos e também de construtora e incorporadora que atuam no litoral e interior de São Paulo. A Polícia Civil pediu a prisão preventiva do proprietário da marina, mas, como não havia mandado expedido contra o suspeito, ele prestou depoimento e, até o momento, responderá o processo em liberdade.

No relatório final do inquérito policial, assinado pelo delegado Bruno Mateo Lazaro, o investigador conclui que “a autoria e materialidade se mostram delineadas, pois, além da própria confissão do indiciado, temos outros elementos de provas que consubstanciam o necessário indiciamento”, considerou.