“É preciso sempre manter a calma”, diz médico que instruiu pai a salvar bebê engasgado

O médico intervencionista, Álvaro Carvalho, ajudou um pai, via ligação telefônica, a salvar uma bebê de apenas 18 dias de vida. A criança se engasgou durante a amamentação

Resumo da Notícia

  • A bebê de apenas 18 dias se engasgou durante a amamentação
  • O pai ligou para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, e recebeu ajuda de um médico intervencionista
  • O profissional orientou o pai a fazer a manobra de Heimlich, conhecida por salvamentos em primeiros socorros

Quando um bebê engasga, cria-se um momento de tensão entre toda a família para salvar a criança em desenvolvimento. O Álvaro Carvalho, médico intervencionista do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, se deparou com esse caso neste domingo, 10 de abril. Por meio de uma ligação, o profissional recebeu um pedido de ajuda vindo de um pai, que estava aflito tentando socorrer a filha que havia se engasgado durante a amamentação. O caso aconteceu em Lavras da Mangabeira, Ceará.

-Publicidade-

Na chamada telefônica, o Álvaro orientou como o pai deveria proceder para salvar o recém-nascido de 18 dias, que estava em situação de engasgo. Com as orientações feitas de maneira correta, o patriarca do bebê conseguiu realizar a manobra de forma adequada, desobstruindo as vias aéreas da recém-nascida.

Em seguida, a ambulância de Unidade de Suporte Básico chegou à casa da bebê. A criança foi levada ao hospital, onde deu continuidade ao atendimento médico. Em entrevista ao g1, o Álvaro contou sobre como os responsáveis devem agir ao presenciarem o engasgo de um bebê ou criança.

Médico ajuda pai a desengasgar bebê
A manobra de Heimlich é usada nos primeiros socorros de engasgo (Foto: Reprodução/TV Verdes Mares)

“É preciso sempre manter a calma para ofertar a melhor orientação possível de uma forma rápida e direta. Isso para o paciente ser beneficiado com as técnicas adequadas. Os pais também precisam ficar calmos”, disse o Álvaro.

Além disso, segundo o médico intervencionista, é recomendável que os responsáveis pelo salvamento da vítima aplique a manobra de Heimlich. O procedimento refere-se a dar alguns tapinhas nas costas, com a criança de bruços e um pouco inclinada para o chão.

Essa manobra é, em termos de exemplificação, um ‘abraço por trás’ – feito pouco acima da barriga, a fim de tentar expulsar o alimento ou item estranho dentro do corpo do bebê ou criança. No mais, essa manobra é um procedimento eficaz de primeiros socorros para tratar asfixia por obstrução das vias respiratórias.