Equipe de Paulinha Abelha atualiza sobre o estado de saúde da cantora

A vocalista da banda precisou ser internada por conta de problemas renais e novos exames comprovaram que o cérebro dela está funcionando normalmente. Até o momento, não está precisando de medicamentos para ajustar a pressão

Resumo da Notícia

  • Paulinha Abelha está internada na UTI
  • Ela foi diagnosticada com problemas renais
  • A cantora está em coma, mas o cérebro ainda está funcionando

A cantora Paulinha Abelha, foi internada na Unidade De Terapia Intensiva (UTI), no domingo, dia 13 de fevereiro. Ela foi diagnosticada com problemas renais e ficou em coma. A equipe da artista está atualizando sobre seu estado de saúde.

-Publicidade-

“Mantém quadro neurológico, sem necessidade de medicamentos para ajuste da pressão, respirando com suporte de aparelhos, mantendo a oxigenação adequada e necessitando de hemodiálise para ajuste da função renal”, diz o boletim médico.

Paulinha Abelha está em coma, mas o cérebro segue funcionando (Foto: reprodução/Instagram/@paulinhaabelha)

O novo boletim médico do estado de saúde de Paulinha Abelha, de 43 anos, divulgado no início da tarde de hoje, informou que a cantora do Calcinha Preta segue em coma e respirando com ajuda de aparelhos, na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Primavera, em Aracaju.

“Continuem orando e pedindo pela saúde da nossa abelha! Deus está com a gente”, escreveu a equipe da cantora em seu perfil oficial. A vocalista está internada no Hospital Primavera, em Aracaju.

O cantor do Calcinha Preta, Bell Oliver, também se pronunciou sobre o assunto. “Boa noite, seguimos nossa corrente de orações e vibrações positivas!”. A publicação rendeu inúmeras mensagens de apoio no Instagram de fãs e amigos de Paulinha Abelha.

Nos stories, ele ainda gravou um vídeo: “Boa noite, meu povo! Passando aqui pra contar novidades pra vocês: graças a Deus foram feitos exames e constataram que não houve morte cerebral. O cérebro está trabalhando normalmente, as taxas da Paulinha estão normais, a saturação normal”.