Finalmente! Vídeo mostra piloto reencontrando família após ficar desaparecido por 36 dias em mata

Antônio Sena, foi encontrado com vida ao ser resgatado em meio à mata fechada próximo a divisa com o estado do Amapá

Resumo da Notícia

  • O piloto, Antônio Sena, foi encontrado com vida ao ser resgatado em meio à mata fechada
  • Ele ficou desaparecido por 36 dias, após a queda do avião que pilotava
  • Emoção marca reencontro do piloto com a família

O piloto, Antônio Sena, foi encontrado com vida ao ser resgatado em meio à mata fechada próximo a divisa com o estado do Amapá, na localidade chamada Igarapé Puxuri. Ele ficou desaparecido por 36 dias, após a queda do avião que pilotava, no Pará. O que tornou a história mais emocionante foi o reencontro com a família!

-Publicidade-
Emoção marca reencontro do piloto com a família  (Foto: Reprodução / Youtube)

Os irmãos de Antônio Thiago Sena e Mariana Sena, não desistiram da busca pelo piloto. Os dois se mobilizaram e realizaram uma campanha na internet para que outras pessoas pudessem ajudar na busca. Então, neste último sábado, 6 de março, o piloto foi encontrado e resgatado por um helicóptero do Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp) do governo do Pará.

Um vídeo mostra o momento exato em que Mariana Sena e Thiago Sena, se emocionaram ao reencontrar com Antônio no aeroporto. “A única coisa que me manteve forte para sair daquela situação foi pensar na minha família”, disse Antônio, segundo o Só notícia boa.

Esperança de voltar para casa

Antônio conta que o avião que ele pilotava parou de funcionar, mas mesmo assim ele conseguiu fazer um pouso forçado. “Pousei forçado. A aeronave parou (de funcionar). Como eu vinha voando baixo em três mil metros e ali tinha serra de dois mil metros e um pouco mais, o tempo que eu tive foi de tentar reacender (o avião) e não consegui. Como eu não consegui, já fui buscando local para pouso. Fui encontrando um vale, desviando das árvores maiores até que consegui pousar em um valezinho no meio de duas serras”, relembrou o piloto.

Ela ainda contou que durante os 36 dias se alimentou com ovos de aves e frutas que pegava nas árvores da floresta. O piloto caminhava todos os dias em busca de ajuda, após um mês, ele encontrou coletores de castanha, que o ajudou a voltar para casa!