Homem prova que não é pai biológico de criança e deve receber R$ 36 mil de laboratório

A sentença foi determinada em Anicuns, no centro de Goiás

Resumo da Notícia

  • Um homem provou que não era pai biológico de uma criança e deverá receber 36 mil reais de indenização
  • O laboratório que entregou o resultado do exame de paternidade errado
  • A sentença foi determinada na última quinta-feira, 4 de agosto

Um homem provou que não era pai biológico de uma criança e deverá receber 36 mil reais de indenização do laboratório que entregou o resultado do exame de paternidade errado. A sentença foi determinada em Anicuns, no centro de Goiás, na última quinta-feira, 4 de agosto.

-Publicidade-

O juiz, Renato César Dorta Pinheiro, foi o responsável por determinar a sentença. De acordo com a decisão, o homem chegou a pagar pensão e ser afetuoso com a criança, criando uma relação de pai e filho. Apesar disso, ele foi percebendo que a criança se parecia muito com um terceiro. O homem buscou fazer exames em mais três laboratórios e todos os resultados vieram negativos, comprovando que ele, de fato, não era pai biológico da criança.

Pesquisadores encontram gene que pode prevenir a doença de Parkinson
O homem buscou fazer exames em mais três laboratórios e todos os resultados vieram negativos. (Foto: Getty Images)

O magistrado informou que o laboratório não contestou o resultado errado durante todo o processo. “Destaco que, na espécie, restou ultrapassada a esfera dos dissabores cotidianos, diante do constrangimento e, principalmente, do sofrimento de ter assumido a responsabilidade paterna de outrem”, escreveu Renato.

Sobre os danos materiais, o juiz confirmou que o homem comprovou os gastos com a criança. Já quanto aos danos morais, Renato ressaltou que ‘a moral da pessoa é um direito que integra a esfera da personalidade e é efetivamente merecedora da causa’.

Vote na Pais&Filhos para o Troféu Mulher Imprensa!

Andressa Simonini, editora-executiva da Pais&Filhos, está concorrendo ao prêmio da categoria Pertencimento e Inovação da 16ª edição do Troféu Mulher Imprensa! Para votar, é muito simples: CLIQUE AQUI e aperte o botão ao lado da foto da Andressa para que ele fique azul. Em seguida, preencha o campo com seus dados e vá até seu email: será preciso confirmar o seu voto clicando em um link. Depois disso, sucesso! Seu voto já foi contabilizado. Obrigada!

Andressa Simonini, editora-executiva da Pais&Filhos está concorrendo ao Troféu Mulher Imprensa
Andressa Simonini, editora-executiva da Pais&Filhos está concorrendo ao Troféu Mulher Imprensa (Foto: Divulgação/Pais&Filhos)

Assista ao POD&tudo com Talu Adjuto: