Jovem grava vídeo vacinando contra covid-19 para que futuros filhos tenham boas notas na escola

O internauta, Guilherme Ferrari, publicou vídeo em suas redes sociais tomando a segunda dose da vacina contra a COVID-19, com o intuito de ajudar seus futuros filhos a garantirem boas notas na escola

Resumo da Notícia

  • Internauta publica vídeo em redes sociais tomando a segunda dose da vacina contra a COVID-19, com o intuito de ajudar seus futuros filhos a terem portfólio nos trabalhos escolares
  • O vídeo viraliza por sua preocupação paterna
  • A pandemia da COVID-19 terá um grande volume de registros para futuros estudantes

Papai coruja em potencial! Guilherme Ferrari, um usuário da internet publicou, nesta quinta-feira (09), um vídeo em suas redes sociais, tomando a segunda dose da vacina contra a COVID-19. A filmagem foi postada com o intuito de ajudar os futuros filhos a garantirem boas notas nos trabalhos escolares. Principalmente, quando o assunto for relacionado a pandemia mundial. Confira o vídeo aqui.

-Publicidade-

Enquanto a enfermeira aplica a seringa em seu braço, ele diz: “Filho/filha, ainda não conheço você. Mas o pai, em 28/08/2021, está aqui tomando a segunda dose da vacina – Coronavac, né meninas?”, ele pergunta às enfermeiras. “Coronavac, olha que maravilha! Filhão/Filhona eu quero o 10 nesse trabalho, hein? Por favor! É história, hein?” continua.

Guilherme ainda não possui filhos, por isso o motivo de tamanha viralização na internet. Sua apresentação paterna e preocupada chamou atenção de seus seguidores. “Existe criança? Não! Mas o 10 o pai já garantiu no trabalho!” legenda.

Com certeza o vídeo de Guilherme será um acréscimo valioso nos trabalhos escolares de seus filhos, não é mesmo?

A pandemia da COVID-19 tem gerado inúmeras mudanças sociais, políticas e econômicas no mundo. Por isso, a vacina contra o vírus tem sido, um dos maiores motivos de esperança para as pessoas. Tornando-se um marco da história atual. Portanto, esse período terá grandes informações para os futuros estudantes.

“A pandemia global, em um mundo mais interligado do que nunca, nos apresenta um momento histórico. É um momento ruim, certamente, mas ainda assim é ‘nosso’. Nós sabemos que nossas experiências do dia a dia, artefatos e memórias se tornarão fontes primárias para futuras gerações entenderem o que foi esse momento” afirma a nota do projeto americano Made By Us e a IFPH (Federação Internacional de História Pública).