Juiz autoriza bebê a receber sangue de uma pessoa vacinada contra Covid-19 e pais vão contra

De acordo com o hospital Sant’Orsola, de Bolonha, não há informações científicas que a ação poderá afetar a vida da criança

Resumo da Notícia

  • Juiz autorizou transfusão de sangue de uma pessoa vacinada contra a Covid-19
  • Pais antivacina foram contra a ideia
  • Não há informações científicas que afirmam que o ato

Nesta última terça-feira, 8 de fevereiro, um juiz determinou a decisão para que uma criança, filho de pais antivacina, recebesse a transfusão de sangue de uma pessoa vacinada contra a Covid-19. O caso aconteceu na Itália.

-Publicidade-

De acordo com o jornal Gazzetta di Modena, a criança precisa passar por uma cirurgia cardíaca, no entanto, os pais não queriam que ele recebesse sangue de outra pessoa que havia sido vacinada contra o vírus.

Juiz autoriza criança com risco de vida a receber sangue de uma pessoa vacinada contra Covid-19 e pais vão contra
Juiz autoriza criança com risco de vida a receber sangue de uma pessoa vacinada contra Covid-19 e pais vão contra (Foto: iStock)

“A saúde do bebê vem em primeiro lugar. O pequeno precisa absolutamente ser operado no coração e, portanto, o hospital Sant’Orsola deve intervir o mais rápido possível para garantir a vida do paciente”, afirmou o juiz.

“Consequentemente, a operação deve ser feita, independentemente do tipo de sangue necessário em caso de transfusão. Transfusões que, aliás, são seguras”, continuou.

Segundo o hospital Sant’Orsola, de Bolonha, onde o bebê está internado, não existe informações que a vacina contra a Covid-19 pode afetar, de alguma forma, a vida de alguém que recebe a transfusão.