Júpiter, Vênus, Marte e Saturno podem ser vistos ao mesmo tempo no amanhecer em São Paulo

O Roberto Dell’Aglio Dias da Costa, professor do Instituto de Astronomia da USP, explicou que o fenômeno não é raro de acontecer, no entanto, precisa de um local e hora exata para a visualização

Resumo da Notícia

  • Júpiter, Vênus, Marte e Saturno podem ser vistos durante o amanhecer na cidade de São Paulo
  • O professor e pesquisador da USP disse o fenômeno não é raro de acontecer
  • Uma moradora do sul do país também conseguiu ver o episódio

Faz alguns dias que os moradores de São Paulo tem sentido um clima um pouco mais frio, e visto um amanhecer com céu claro e limpo. Mas, você sabia que, desde a última sexta-feira, 15 de abril – também é possível visualizar quatro planetas do sistema solar, alinhados simultaneamente? Isso mesmo, Júpiter, Vênus, Marte e Saturno, aparecem na forma de pontos luminosos que se movimentam lentamente pelo céu.

-Publicidade-

Em entrevista ao g1, o professor do Instituto de Astronomia da USP,  Roberto Dell’Aglio Dias da Costa, explicou sobre o fenômeno. “Os planetas sempre aparecem mais ou menos sobre uma ‘reta’. Isso ocorre porque todos giram em torno do sol em um mesmo plano, como se estivessem sobre uma mesa. Esse plano se chama tecnicamente de plano eclíptico, perpendicular ao plano do céu”, disse.

Segundo o professor, todo mundo pode tentar buscar por estes planetas no céu. Para isso, basta olhar na direção leste, onde nasce o sol, de preferência entre 4h30 e 5h30 da manhã. “É só procurar a direção do nascer do sol. Todos os lugares são equivalentes, o importante é ter o horizonte leste livre de prédios ou árvores”, explicou.

Além disso, ele acrescenta que o fenômeno não é incomum, mas que a quantidade de planetas costuma variar.

Planetas podem ser vistos em São Paulo
Os planetas podem ser vistos durante o amanhecer em São Paulo (Foto: Reprodução/TV Globo/Vitor Anastácio)

Vênus, por exemplo, costuma ser visto no pôr do sol e às vezes no nascer. Durante a manhã desta terça-feira, ele foi visto pelo céu da capital paulista.

“É um planeta que está bem perto da Terra e é muito refletivo, porque está sempre envolto em nuvens (…) Como está próximo do Sol e sua órbita é rápida, os antigos chamavam ele de Estrela Dalva”, disse o pesquisador da USP.

Mas, o fenômeno também foi registrado por uma moradora de Guaíba, Rio Grande do Sul. O episódio apareceu nesta madrugada, 19 de abril.

Planetas podem ser vistos em Rio Grande do Sul
Júpiter, Vênus, Marte e Saturno, puderam ser vistos por uma moradora do Rio Grande do Sul (Foto: Reprodução/TV Globo/Laura Dias da Costa)