Mãe divide opiniões ao admitir que impõe regras ‘absurdas’ para os filhos

Fawna, mãe de 3 filhos, usou as redes sociais para compartilhar algumas regras que impõe aos filhos em casa. O assunto repercutiu e dividiu opiniões entre os usuários da internet

Resumo da Notícia

  • Mãe dividiu opiniões ao admitir que impõe regras 'absurdas' para os filhos
  • O assunto repercutiu e dividiu opiniões entre os usuários da internet
  • Algumas pessoas concordaram com o ponto de vista dela e outras não

A mãe Fawna, de 3 filhos, também conhecida como @tru__n8v no TikTok, usou as redes sociais para compartilhar algumas regras que impõe aos filhos em casa. O assunto repercutiu e dividiu opiniões entre os usuários da internet.

-Publicidade-

“Quando meus filhos eram pequenos, eu preparava o café da manhã e tudo de manhã. E sim, eles seriam cuidados, ficariam bem”, disse ela, em vídeo. “Mas nenhum deles tinha permissão para me incomodar, falar comigo, me tocar, nada, até depois que eu tomasse minha primeira xícara de café. E sim, eles seguiram essa regra, e sim, eles estão bem”, continuou.

“Ok, eu posso perder alguns seguidores e receber algum ódio, mas você sabe, é o que é”, afirmou. “Na minha casa, aos 13 anos, você pode xingar, desde que use no contexto adequado e não desrespeite os adultos. E sim, você vai dizer ‘senhora’, você vai diga ‘senhor’, você será respeitoso”, acrescentou ela.

Mãe divide opiniões ao admitir que impõe regras 'absurdas' para os filhos
Mãe divide opiniões ao admitir que impõe regras ‘absurdas’ para os filhos (Foto: GettyImage)

A mulher decidiu compartilhar o que vive em casa, pois nunca havia visto um conteúdo como este antes. “Eu tinha visto alguns pontos. No entanto, eu não estava vendo nada que eu tivesse feito pelos meus meninos ou planejado fazer”, disse. “Quanto ao que os pais ganham com isso? Que não há problema em estabelecer limites com seus filhos, não importa quão jovens. Mesmo que seja apenas uma xícara de café”, continuou.

Além disso, ela afirmou que “Aos 16 anos, eles são obrigados a conseguir um emprego, uma carteira de motorista, e então ah, eles têm que começar a pagar o aluguel, que eu vou guardar até que eles decidam que querem se mudar.” disse. “Devolverei todo o aluguel que eles me pagaram ao longo dos meses ou dos anos, e eles terão um bom pé-de-meia para começar”, continuou.

A publicação gerou diversos comentários sobre o assunto. “Nossa, ela gastaria consigo mesma, cara. Eu definitivamente sairia de casa ou até arranjaria um pai adotivo do que lidar com ela”, escreveu um. “Adoro a ideia do aluguel! Acho que ensina responsabilidade e independência desde o início! Ótimo trabalho, mãe!”, completou outra.

“Não concordo e concordo ao mesmo tempo com o aluguel. É porque não acredito que os pais de ninguém devam cobrar aluguel de seus filhos. No entanto, você está falando de ‘aluguel’, não Eu gosto disso. Pensei em fazer isso com meus filhos também”, acrescentou outra pessoa.