Mãe é criticada após não convidar enteado para o Natal: “Não é tão bem-sucedido como meus filhos”

Ela usou um fórum online para fazer um relato sobre o assunto e comentou o motivo de não levá-lo para a festa neste ano

Resumo da Notícia

  • Mãe é criticada após não convidar enteado para o Natal
  • Ela usou um fórum online para fazer um relato sobre o assunto e comentou o motivo de não levá-lo para a festa neste ano
  • A maioria das pessoas criticaram a posição dela

Uma mulher foi criticada por não convidar o filho do marido para o Natal  porque ele é “menos bem-sucedido” do que a família. Em uma publicação nas redes sociais a mulher explicou a situação e contou que o marido, que tem 64 anos, tem dois filhos de um relacionamento anterior: uma filha de 35 anos e um filho de 31 anos.

-Publicidade-

“A filha dele mora em um país diferente, mas tem pouco contato conosco, então temos muito pouco a ver com ela”, começou ela escrevendo, no Reddit, explicando a relação que tem com os dois.  O filho dele mora a apenas 15 minutos de distância e nós o vemos de vez em quando. Ele não é um cara mau, apenas muito diferente do meu marido e eu”, explicou.

Ela seguiu contando que a mãe biológica dos dois morreu quando eles ainda eram adolescentes e que ela também tinha um filho, que era corretor da bolsa de valores “muito bem-sucedido”, de 41 anos, casado e com três filhos, enquanto o filho do marido é solteiro e “um fotógrafo moderadamente bem-sucedido”.

Mãe é criticada após não convidar enteado para o Natal: "Não é tão bem-sucedido como meus filhos"
Mãe é criticada após não convidar enteado para o Natal: “Não é tão bem-sucedido como meus filhos”(Foto: Getty Images)

No relato, a mãe seguiu falando que essas diferenças normalmente causam problemas no Natal, porque ela gosta de passar essa data com o filho e a família dele e espera que o marido participe também. “Convidamos seu filho há quatro anos e, embora ele tenha tentado se encaixar, não foi um bom ajuste. Ele achou apropriado aparecer de jeans e camiseta; eu estava tão envergonhada, eu mal conseguia olhar alguém nos olhos. Desde aquele ano, decidimos não convidá-lo novamente, isso nunca pareceu ser um problema até este ano. Aparecemos em sua casa bem cedo. Tínhamos planos de ir para a casa do meu filho por volta das 11:00, Então, não tínhamos tempo, então deixamos um presente para ele e fomos embora. Ele não comprou nada para nós”, seguiu ela, relatando.

“Mais tarde naquele dia, meu marido mandou uma mensagem para ele perguntando se ele tinha gostado do resto do Natal, ao que ele respondeu, ‘Ah, certo, isso é o que hoje foi, obrigado pelo chocolate e pela visita de 3 minutos’. Meu marido ficou muito chateado com isso, mas eu fiquei indignada. Queria entrar em contato com ele e colocá-lo em seu lugar, mas meu marido tirou meu telefone e me disse para deixar isso pra lá”, continuou.

“Já se passaram dois dias, ele e meu marido estão conversando de novo, e os dois parecem ter superado isso, mas eu ainda estou brava. Não é minha culpa que ele seja menos bem-sucedido do que minha família e simplesmente não possa caber conosco”, finalizou a mãe. Depois do relato, ela aproveitou a publicação para perguntar aos internautas se ela era uma pessoa ruim por não ter convidado o filho do marido para o Natal

“Acho que posso ser um pouco má, porque meu marido não era super rico até se casar comigo, então seu filho foi criado em um ambiente de classe baixa, o que obviamente ele não pode ajudar, mas ao mesmo tempo, definitivamente não é minha culpa também. Sinto-me muito em conflito “, disse ela.

Os internautas logo começaram a comentar, com a maioria criticando a posição dela. “Como ele iria saber se ir com calça jeans era apropriado ou não?”, questionou uma mulher. “Não é de se admirar que a filha dele não tenha muito contato com vocês”, pontuou outra. “O fato é que toda essa confusão poderia ter sido evitada se você contasse a ele anteriormente qual era o código de vestimenta do evento ou se você o convidasse outra vez informando-o sobre o traje”, escreveu um terceiro.

Mas os usuários do Reddit foram rápidos em colocar a mulher em seu lugar quando uma pessoa disse: “Como diabos ele saberia magicamente que jeans não eram bons ou que alguém daria a mínima?”

Depois de ver os comentários, ela voltou à publicação e assumiu que de fato não havia contado para ele qual era o código de vestimenta, mas se defendeu sobre essa questão. “Só pensei em acrescentar isso porque os comentários continuam aparecendo. Eu não contei a ele sobre o código de vestimenta, mas ele passou muito tempo comigo e com o pai dele, deveria saber melhor. Os jeans também eram mal encaixados no corpo dele e não parecia nada limpo. Além disso, aquele Natal não aconteceu na minha casa, mas na casa do meu filho e ele também ficou bastante envergonhado porque isso não era um bom exemplo para os filhos pequenos dele e ele tinha outros convidados também. Isso não lhe causou uma impressão favorável”, completou a mulher.