Mãe e filho são encontrados mortos após novo deslizamento de terra em Petrópolis

Durante a tarde deste domingo, 20 de março de 2022, uma forte chuva voltou a tomar conta da cidade de Petrópolis, Região Serrana do Rio de Janeiro. Mãe e filho morreram após casa desabar

Resumo da Notícia

  • Neste final de semana, um novo deslizamento de terra tomou conta da cidade de Petrópolis
  • Os corpos de mãe e filho foram encontrados no local do desabamento da casa
  • No momento, a policia está em busca das pessoas desaparecidas pela nova tragédia

Neste domingo, 20 de março, um novo temporal tomou a cidade de Petrópolis, Região Serrana do Rio de Janeiro – ocasionando em enchentes e fortes deslizamentos de terra. Em buscas pelos desaparecidos da nova tragédia humanitária, a Polícia Civil encontrou as identidades de algumas vítimas que morreram e, também, das que estão desaparecidas.

-Publicidade-

Segundo informações divulgadas pelo G1, até o momento, cinco mortes já foram confirmadas. Além disso, de acordo com a polícia, dos cinco corpos que entraram no Posto Regional de Polícia Técnica e Científica (PRPTC) de Petrópolis, apenas quatro foram identificados. Tais corpos aguardam pelo exame papiloscópico, por conta do avanço do estágio de decomposição.

Casa desaba em Petrópolis
Casa amarela que mãe e filho moravam, desabou em Petrópolis (Foto: Reprodução/Arquivo pessoal)

Mas as buscas não sessaram, pois, nesta segunda-feira, 21 de março – os policiais civis da 105ª DP investigaram 18 abrigos da cidade, a fim de fazer o cadastro dos desaparecidos da tragédia de domingo (20). Por hora, duas pessoas ainda não foram localizadas.

Por meio da busca realizada pelo Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro, foi encontrado o corpo de mãe e filho. O Nelson Ricardo Ferreira da Costa, de 59 anos, e a mãe dele, a Heloisa Helena Caldeira da Costa, de 86 anos – moravam em uma casa amarela, localizada no alto da serra.

A casa, localizada no alto do morro da Rua Washington Luiz, deslizou junto da terra, devido a forte chuva que tomava conta da cidade de Petrópolis. Mãe e filhos morreram juntos, logo em seguida da residência desabar.