Mais uma vítima é encontrada em Brumadinho pelo Corpo de Bombeiros

Ainda não se tem a identificação da pessoa, que só poderá ser confirmada após perícia da Polícia Civil.

Resumo da Notícia

  • Um novo corpo foi encontrado na região da tragédia de Brumadinho
  • O Corpo de Bombeiros viu a vítima na manhã deste sábado, 2 de outubro
  • A Polícia Civil fará uma perícia para identificar a identidade

Neste sábado, 2 de outubro, pela manhã, foi encontrado mais um corpo na região em que aconteceu o desastre de Brumadinho. A tragédia, que aconteceu em 25 de janeiro de 2019, ainda tem algumas vítimas desaparecidas.

-Publicidade-
O Corpo de Bombeiros encontrou um novo corpo na região de Brumadinho na manhã do dia 2 de outubro
O Corpo de Bombeiros encontrou um novo corpo na região de Brumadinho na manhã do dia 2 de outubro (Foto: reprodução/G1/Corpo de Bombeiros)

O major do Corpo de Bombeiros, Ivan Neto, afirmou ao G1 que o corpo encontrado hoje está com a estrutura óssea bem preservada, porém a confirmação de quem é só pode ser feita após a perícia da Polícia Civil.

O corpo foi visto cerca de 11h. Durante estes anos, 261 vítimas foram identificadas após o rompimento da barragem da mina do Córrego do Feijão. “A nossa equipe ficou extremamente satisfeita. Para nós é uma honra poder fazer parte do encontro porque temos esperança de trazer alívio para uma família”, disse o major.

A última pessoa a ser encontrada havia sido Juliana Resende, no fim de agosto. Ela tinha 33 anos e filhos gêmeos. A identificação foi possível pela análise da arcada dentária, uma vez que o corpo estava em estado avançado de decomposição.

Dia das Crianças

O Dia das Crianças está chegando e se você ainda não encontrou o presente perfeito para o seu filho, a Pais&Filhos fez uma seleção especial de produtos no site da Amazon para você se inspirar, tem opções para todos os gostos e bolsos também. Dá uma olhada AQUI e arrase na escolha!

Bombeiros encontraram mais uma pessoa nos escombros de Brumadinho
O major do Corpo de Bombeiros afirmou que a identidade da vítima não foi confirmada (Foto: reprodução/G1/Corpo de Bombeiros)

Em janeiro de 2021, o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) estimou que a busca para encontrar todos os corpos pode levar até 4 anos.