Família

Médico responde na Justiça após usar o próprio esperma para engravidar paciente

Mãe e filha - (Foto: Reprodução/NBC News)
(Foto: Reprodução/NBC News)

Publicado em 15/12/2023, às 13h47 por Ketlyn Ribeiro, Estagiária | Filha de Leandra e Vagne


Um médico dos Estados Unidos foi processado após usar o próprio esperma para engravidar pacientes em sua clínica. Sarah Depoian foi à clínica em 1979 para realizar o sonho de ter um filho. O especialista, Merle Berger, disse à mulher que o esperma era de um doador anônimo.

Segundo informações do Metro, em 1981, a filha de Sarah, chamada Carolyn, nasceu. Porém, apenas anos depois, a mulher que hoje está com 42 anos, descobriu que, na verdade, seu paibiológico é o médico que atendeu a mãe, diz uma ação do Tribunal Distrital de Massachusetts.

O médico está sendo processado
O médico está sendo processado - (Foto: Reprodução/Freepik)

O advogado de Sarah, Adam Wolf, contou que o médico tinha ciência da conduta antiética. "Algumas pessoas chamam este ato horrível de estupro médico, mas independentemente de como você o chame, a má conduta hedionda e intencional do Dr. Berger é antiética, inaceitável e ilegal", disse ele.


Canal da Pais&Filhos no WhatsApp

Quer receber as principais notícias da Pais&Filhos diretamente no seu WhatsApp? É muito fácil: basta clicar AQUI para seguir o canal. Não esqueça de ativar as notificações para não perder nenhum conteúdo por lá, ok?


A mulher foi à clínica fazer fertilização
A mulher foi à clínica fazer fertilização - (Foto: Reprodução/Instagram)

Carolyn só descobriu a verdadeira história após fazer um teste de ancestralidade para descobrir mais sobre suas origens. Apesar dos resultados não mostrarem correspondência direta com o homem, apontaram relação com uma neta e um primo de segundo grau dele. Depois ela começou a juntar as peças da história. "Minha mãe confiou no Dr. Berger como profissional médico durante um dos momentos mais vulneráveis de sua vida. Ele tinha todo o poder e ela nenhum", disse.

Agora Sarah processa o homem e busca ser indenizada pelo sofrimento que passou e pela conduta do médico. "Confiamos totalmente no Dr. Berger. Ele era um profissional médico. É difícil imaginar não confiar no seu próprio médico. Nunca sonhamos que ele abusaria de sua posição de confiança e cometeria essa violação extrema", desabafou.


Palavras-chave
Mãemédicoprocesso

Leia também

Alok faz anúncio em vídeo no Instagram - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Alok compartilha vídeo em família para anunciar: "Agora somos 6"

Viih Tube e Eliezer - (Foto: Reprodução/O Globo)

Família

Viih Tube e Eliezer se mudam para mansão de R$ 8,5 milhões; veja detalhes dos cômodos luxuosos

Bruna Biancardi - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Bruna Biancardi comemora chegada de novo bebê na família: "Já amamos"

Virginia mostra mochila que filha escolheu para escola - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Virginia compra mochila de quase R$ 1 mil para filha de 2 anos levar para escola

Sasha tem dois irmãos por parte de pai - reprodução / Instagram

Família

Sasha Meneghel abre o jogo e fala sobre relação com os irmãos: “Tive que dar uma regulada nisso”

Virginia chama atenção por roupa ousada na festa do Neymar - Reprodução/Instagram

Notícias

Virginia é criticada por roupa usada em festa de Neymar: “Desrespeitoso com a própria família”

Fernanda Vasconcellos e Romeo - Reprodução/Instagram

Bebês

Fernanda Vasconcellos posta foto linda amamentando o filho e olho do bebê chama a atenção

“Eu odeio o nome da minha filha” diz pai que já mudou o nome da bebê, mas que ainda se arrepende - Freepik/freepic.diller

Bebês

“Eu odeio o nome da minha filha” diz pai que já mudou o nome da bebê, mas que ainda se arrepende

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!