Menina de 4 anos é encontrada sem vida com um bilhete ao lado do corpo escrito “me desculpe”

Segundo as investigações não se sabe a causa da morte de Masiela Decaro

Resumo da Notícia

  • Masiela Decaro de apenas 4 anos foi encontrada morta em um quarto de hotel
  • Ao lado do corpo da menina havia um bilhete escrito "me desculpe"
  • A mãe foi encontrada com ferimentos graves

Uma menina de quatro anos foi encontrada morta em um quarto de hotel com um bilhete ao lado de seu corpo escrito “Me desculpe” em Kissimmee, na Flórida. Os policiais tentaram entrar em contato com a mãe da menina Masiela Decaro, Jacinda, após ela ligar pedindo socorro no dia 10 de Janeiro, porém ela não respondeu à chamada dos oficiais.

-Publicidade-

O segurança do hotel recebeu um telefonema da mãe de Jacinda. Ela solicitou uma verificação de bem-estar, pois não conseguiu entrar em contato com sua filha. Jacinda supostamente não apareceu para trabalhar, de acordo com o canal WFTV. Ela e sua filha Masiela foram encontradas inconscientes em suas camas.

A mãe e afilha foram encontradas no hotel mas a menina já estava morta
A mãe e afilha foram encontradas no hotel mas a menina já estava morta (Foto: Reprodução/Fox News/The Sun)

Jacinda foi levada ao hospital onde recebeu “medidas salva-vidas”, mas a criança de quatro anos foi encontrada morta no local, segundo a polícia. Ao revistar a sala, a polícia encontrou um bilhete que dizia: “Me desculpe”. O pai de Masiela, Jorge Ezequiel, disse que sua filha era “muito inteligente” para sua idade, acrescentando que ela amava sua mãe, de acordo com o canal Fox35.

Ela iria completar cinco anos em agosto. Ezequiel acrescentou que “não fazia ideia” do que aconteceu no quarto do hotel. Jacinda permanece em estado crítico no hospital e Ezequiel espera que ela se recupere. Ele disse que ela é uma das mulheres mais fortes que ele conhece, relatou a WKMG-TV.

Hotel  em que as duas estavam hospedadas
Hotel em que as duas estavam hospedadas (Foto: Reprodução/Fox News/The Sun)

Ezequiel disse: “Desejo o melhor para ela. Só quero respostas. No final das contas, só quero saber o que aconteceu”. Os policiais disseram que atualmente ‘não está claro’ se a mãe de Masiela sobreviverá. Não há evidências que sugiram outros indivíduos que estejam envolvidos, de acordo com a polícia. O xerife do condado de Osceola, Marcos Lopez, disse: “Não houve trauma contuso”. A causa da morte de Masiela permanece desconhecida enquanto as investigações continuam.