Mulher reencontra mãe biológica aos 57 anos: “Nunca me senti completa”

Anne Clegg se emocionou em programa de TV ao se encontrar com a mãe biológica, Janet Cullen, que se viu obrigada a colocar a filha para adoção aos 16 anos

Resumo da Notícia

  • Anne Clegg reencontrou, aos 57 anos, a mãe biológica em programa de televisão americano
  • Anne conta que, mesmo tendo crescido em um lar adotivo feliz e saudável, sempre sentiu falta de algo que não sabia nomear
  • A mulher se emocionou ao reencontrar a mãe, Janet Cullen

Anne Clegg cresceu com uma família adotiva. E, mesmo tendo vivido em um lar saudável e feliz, Anne conta em depoimento ao programa de tv americano “Lost Family: What Happens Next” (em português, “Família Perdida: O Que Acontece Agora?”) que sempre sentiu falta de alguma coisa que não conseguia nomear – até o reencontro com a mãe biológica, aos 57 anos de idade.

-Publicidade-

“Eu nunca soube que era adotada até os 11 anos, quando me perguntaram na escola porque eu era loira e meu irmão não. Contei sobre a conversa para meus pais, e eles me disseram a verdade. Desde então, sempre me perguntei porque minha mãe tinha me abandonado”, desabafou.

Anne conta que, mesmo tendo crescido em uma família feliz, o reencontro com 30 anos de atraso mudou sua vida (Foto: Getty Images)

Mesmo tendo uma infância feliz, Anne declarou que nunca conseguiu se sentir completa – porque sempre se perguntava se seus pais biológicos a amavam de verdade. No reencontro, Janet Cullen fez questão de esclarecer para filha, também em depoimento ao programa e 30 anos depois da separação, que os verdadeiros motivos por trás da adoção não se relacionavam com a falta de amor:

“Eu tinha 17 anos quando Anne nasceu, e fiquei com ela por 6 semanas. Você sabe que o dia da adoção está chegando – e você quer que ele nunca chegue, mas não sabe como. É terrível”, comentou. Mesmo assim, abriu o jogo para a filha: “Você não estava do meu lado mas estava no meu coração”.

11º Seminário Internacional Pais&Filhos – A Sua Realidade

Está chegando! O 11º Seminário Internacional Pais&Filhos vai acontecer no dia 1 de junho, com oito horas seguidas de live, em formato completamente online e grátis. E tem mais: você pode participar dos sorteios e ganhar prêmios incríveis. Para se inscrever para os sorteios, ver a programação completa e assistir ao Seminário no dia, clique aqui!

Reconciliação entre mãe e filha

Agora, Anne e Janet mantém uma relação de proximidade – que, para a filha, mudou completamente a sua vida. “Ao longo dos anos, desenvolvi um medo do abandono, problemas com a minha família e com o meu casamento. E então encontrei minha mãe e ela me me fez muito feliz!”. E ainda completou, “Minha mãe faz com que eu me sinta especial toda vez que conversa comigo no telefone!”.

Anne e Janet são muito próximas hoje em dia! (Foto: Reprodução/ ITV)

Já Janet, aos 74 anos, contou que não planeja se distanciar da filha nunca mais. “Meu coração está completamente curado. Minha filha voltou para minha vida e não pretendo deixá-la ir embora nunca mais!”, finalizou.