Nova ferramenta do Meta usa inteligência artificial para animar desenhos de crianças

A empresa usou inteligência artificial capaz de animar automaticamente desenhos de crianças feitos à mão

Resumo da Notícia

  • Nova ferramenta do Meta usa inteligência artificial para animar desenhos infantis;
  • O projeto faz parte do Meta AI, responsável por levar a visão humana para o mundo virtual;
  • Pais podem enviar os desenhos de seus filhos para um sistema protótipo e vê-los se tornarem personagens em movimento que dançam, correm e pulam.

Naturalmente, as crianças tem muita curiosidade sobre tudo. O céu, o fundo do mar, andar de skate, tocar um instrumento, a existência humana. E a curiosidade os leva a ilustrar o mundo da maneira que vêem, que em muitas vezes, não é um desenho tão fácil de ser compreendido. Nesta quinta-feira, 16, Mark Zukemberg criou uma tecnologia capaz de animar figuras humanas desenhadas à mão.

-Publicidade-

Por meio de Inteligência Artificial, o programa funciona da seguinte maneira: Ao enviar desenhos para um sistema protótipo, a tecnologia escaneia o desenho, criando movimento a partir dele, ou seja, as figuras podem pular, cantar, dançar… uma diversão pura! Os familiares também podem baixar a animação para guardar de recordação.

Processo de animação dos desenhos infantis feito pela Inteligência Artificial
Processo de animação dos desenhos infantis feito pela Inteligência Artificial (Foto: Reprodução/Meta IA)

A Meta afirma que os rabiscos abstratos das crianças tornam o desafio de animar os desenhos de forma realista muito mais complexo, uma vez que cada pessoa ilustra o mundo de maneiras diferentes e únicas. Pensando nisso, a empresa foi capaz de elaborar um sistema para identificar as figuras humanas.

“Desenvolvemos um sistema para ensinar a IA a identificar a figura humana no desenho de uma criança, o que pode ser complicado quando outros objetos ou figuras na página têm características, cores ou dimensões semelhantes. Depois disso, isolamos a figura humana sem incluir mais nada na página, de modo que a figura animada seja o mais próximo possível do que a criança pretendia. Em seguida, localizamos as articulações da figura para que a animação possa se mexer. Por fim, após todas essas etapas serem concluídas, o desenho está pronto para ser animado”, explicou Jesse Smith, pesquisador pós-doutorando do Meta.

O projeto faz parte do Meta IA, divisão responsável por estudar e compreender melhor o mundo sob a ótica humana, e levar essa visão para o mundo virtual, aproximando a realidade digital com o mundo real. Para testar o recurso de animação, clique aqui!