Pai desabafa sobre filha ser uma das únicas alunas na escola de máscara: “Decepcionante”

Justin Kanew resolveu mandar a real sobre o uso da proteção contra a covid-19 em escolas nos Estados Unidos – em um discurso que já acumula milhares de visualizações online

Resumo da Notícia

  • Um pai viralizou na internet ao fazer um emocionante discurso sobre o uso de máscaras em escolas nos Estados Unidos
  • Justin Kanew é pai de uma menina de 5 anos, e aproveitou o espaço para desabafar sobre a filha ser uma das únicas alunas utilizando a medida de prevenção contra a covid-19 nas aulas presenciais
  • O discurso dele foi feito alguns dias depois de protestos no Teneesse contra o decreto que retornou o uso obrigatório de máscaras no Texas

Um homem nos Estados Unidos já acumula milhares de visualizações em um discurso de arrepiar sobre o uso de máscaras em escolas. Justin Kanew é pai de uma menina de 5 anos, e desabafar sobre o primeiro dia de aulas presenciais da filha – no qual ela era uma das únicas alunas utilizando máscara, medida de prevenção contra a covid-19.

-Publicidade-

“Sou pai de uma aluna de 5 anos da educação infantil”, começou ele, em seu discurso para o Conselho de Educação de Williansom County. Justin relembrou que o primeiro dia de aula da menina foi logo depois de uma série de protestos tomou conta do Teneesse, após o governo do estado definir que estudantes deveriam usar máscaras no retorno às aulas presenciais.

Justin Kanew viralizou o seu discurso (Foto: Reprodução/ Youtube)

“Minha filha foi para a escola e era uma das únicas alunas utilizando máscaras, o que fez com que ela perguntasse porque ela deveria fazer isso. Minha resposta foi porque queremos cuidar das outras pessoas”, desabafou Justin. “Ela tem 5 anos e aceitou isso, e é decepcionante que adultos não consigam fazer a mesma coisa”, ainda completou.

Ele desabafou sobre o ocorrido (Foto: Reprodução/ Unsplash)

Além disso, Justin também citou em seu discurso o argumento de pessoas que não querem utilizar máscaras baseado na Bíblia, que “não está afirmando que isso é obrigatório”. “Conversei com um amigo meu que é pastor e ele foi muito claro que não existe justificativa para usar a Bíblia como argumento. Evitar máscaras não está lá, mas cuidar das outras pessoas sim”, ele completa. Confira o discurso completo abaixo.