Pais que perderam a filha recém-nascida para problema cardíaco enfrentam ‘A mesma dor duas vezes’

O filho do casal nasceu com o mesmo quadro clínico debilitado que a irmã, a qual nunca chegou a conhecer

Resumo da Notícia

  • Um casal está enfrentando a mesma dor pela segunda vez
  • Em 2018 eles perderam a filha recém-nascida para uma doença cardíaca
  • Em 2021, o novo bebê da família também foi diagnosticado com o mesmo problema

Levi Nascimento Souza é um bebê que nasceu há pouco mais de um mês, mas que já enfrentou muita trajetória pela vida. O menino foi diagnosticado com cardiopatia congênita, doença que tirou em 2018 a vida da irmã-recém nascida e que precisa de procedimento cirúrgico no coração para sobreviver. 

-Publicidade-

De acordo com os pais de Levi, o quadro clínico do menino é considerado grave, mesmo após ter passado por cirurgia no dia 4 de novembro. Para ficar curado, o bebê precisa de uma segunda cirurgia, entretanto a demora para realização do procedimento aflige cada vez mais os familiares.

Levi Nascimento Souza apresenta o mesmo problema que a irmã que nunca conheceu
Levi Nascimento Souza apresenta o mesmo problema que a irmã que nunca conheceu (Foto: Reprodução Arquivo pessoal)

“Eles falam para eu aguardar. Mas a cada dia que passa o menino vai piorando. O estado dele é bem delicado e bem grave. Não estou com a família. Aqui é só eu e ele. Tenho que correr atrás de tudo sozinha e tem sido bem difícil”, afirmou durante entrevista exclusiva ao G1 Dalila Souza, mãe de Levi, que ainda diz não ter superado a perda da filha.

Os casal contou ainda que parece reviver a mesma situação dolorosa que ocorreu em 2018 com Laura, a primeira filha do casal, também diagnosticada com cardiopatia congênita.

“Apresentar o mesmo problema com outro filho é duro para a gente, é triste, não é fácil. Não sei se vamos aguentar passar pelo mesmo procedimento, a mesma dor duas vezes. A família, eu e minha mulher, a gente está desesperados. Não sabemos o que fazer”, disse o pai de Levi.