Polêmica: Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso são criticados por fotos com o filho na maternidade

O casal teve uma fotógrafa na sala do parto de Zyan, o que é proibido em meio à pandemia do novo coronavírus. O Grupo Perinatal, no Rio de Janeiro, onde Giovanna deu à luz, se manifestou sobre o caso

(Foto: reprodução / Instagram @gioewbank)

Após o nascimento do terceiro filho, Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso foram alvo de críticas na web neste sábado (11). Na última sexta-feira (10), o casal compartilhou as primeiras fotos de Zyan, que foram tiradas na maternidade por uma fotógrafa. Mas a presença da profissional no hospital é proibida em meio à pandemia do novo coronavírus — e isso gerou revolta de  muitas mães e gestantes na página oficial da maternidade no Instagram.

-Publicidade-
A foto do casal com o filho recém-nascido que foi tirada na maternidade (Foto: Reprodução / Instagram / @gioewbank)

“A Perinatal informa que sua política atual de não autorizar a presença de fotógrafos na sala de parto está mantida. Um gestor de uma de nossas unidades abriu uma exceção e autorizou a entrada de um fotógrafo que apresentou um teste negativo para COVID-19, o que está em desacordo com o nosso protocolo. O referido fato está sendo devidamente apurado para a adoção das devidas medidas disciplinares”, informa o Grupo Perinatal em comunicado divulgado na página oficial do Instagram.

(Foto: Reprodução / Instagram)

Na publicação do Instagram em que mostra as fotos na maternidade, Giovanna tinha creditado as fotos para Daniella Justus, fotógrafa especializada em maternidade. Mais tarde, a apresentadora tirou a marcação do post.

-Publicidade-

Mães e gestantes se manifestaram na última publicação feita pelo Grupo Perinatal na rede social. “Absurdo! Eu liguei dias antes do meu parto, para me certificar se já estava liberado e a reposta que tive foi: Não, devido a pandemia! Expliquei que seria minha irmã fotógrafa, que mora comigo, iria fazer as fotos e mesmo assim não liberaram. Meu marido, o acompanhante, que teve fazer as fotos no calor da emoção. E agora isso? Desrespeito!”, comentou uma.

(Foto: Reprodução / Instagram)

“É famosa né… aí pode. Aí vem posicionamento no stories. Isso não resolve nada. Sempre a mesma coisa. Tem dinheiro consegue tudo. Tem fama? Consegue tudo. A maternidade deveria ter vergonha disso. Não adianta stories dizendo q vai fazer, pq provavelmente não vai acontecer NADA”, desabafou outra.

“Absurdo, uma vergonha! Falta de respeito com todas as mães que ficaram sem seus registros, e conosco, fotógrafos”, declarou uma fotógrafa. A resposta do hospital para os comentários foi padrão. “Olá, boa noite. O nosso posicionamento sobre esse caso se encontra em nosso story”, disseram.

    -Publicidade-