Tudo sobre probióticos: o que são, para que servem e qual a importância para a flora intestinal da família

Feitos de micro-organismos vivos benéficos, os probióticos ajudam a equilibrar a microbiota intestinal e proporcionam uma vida mais saudável para toda a família

Resumo da Notícia

  • Os probióticos tem uma importância enorme para a saúde da família
  • Consumi-los diariamente traz diversos benefícios
  • Uma flora intestinal saudável colabora para que o corpo faça a digestão dos alimentos de maneira correta e absorva nutrientes

Probióticos são micro-organismos, vivos e benéficos para a saúde, encontrados na flora intestinal, também conhecida como microbiota intestinal. Eles têm o objetivo de ajudar o corpo a digerir alimentos e equilibrar as bactérias do intestino, colaborando para uma vida mais saudável, já que proporcionam bem-estar. Além dos que vivem dentro do nosso corpo, é possível manter o equilíbrio a partir da alimentação ou suplementação.

-Publicidade-

O uso de antibióticos, bem como ter um estilo de vida pouco saudável, com alimentação desregrada, contribui para que a flora intestinal fique desequilibrada e mais suscetível à proliferação de bactérias patogênicas do trato intestinal e, consequentemente, às doenças. Por isso, garantir que a flora intestinal esteja sadia é fundamental para o bom funcionamento do organismo.

Para que servem os probióticos?

A importância dos probióticos para a saúde como um todo é enorme. Quando falamos de bactérias “do bem” e “do mal” no intestino, estamos nos referindo aos micro-organismos que vivem na flora intestinal, chamada de microbiota. Ela é composta por centenas de espécies benéficas que colonizam nosso organismo, principalmente o intestino. Se ela está desregulada, mecanismos naturais do corpo passam a ter dificuldade em realizar suas funções, como a absorção de nutrientes durante a digestão. É nesse momento que o uso de probióticos entra em ação. Eles ajudam o organismo a funcionar melhor, pois facilitam a digestão, fortalecem a defesa do corpo e combatem micro-organismos nocivos que causam diarreia, infecções intestinais e outros problemas, ajudando a manter a flora intestinal saudável.

Os probióticos tem uma importância enorme para a saúde (Foto: Shutterstock)

Por que consumir probióticos diariamente é benéfico?

Quando a microbiota está saudável, ela colabora para que o corpo faça a digestão dos alimentos de maneira correta, absorva nutrientes e também em quadros como:

  • Diarreia induzida por antibióticos
  • Infecções do trato urinário
  • Síndrome do cólon irritável
  • Doença inflamatória intestinal
  • Alergias alimentares
  • Eczema
  • Intolerância à lactose
  • Colite ulcerativa
  • Doença de Crohn
  • Diarreia do viajante
  • Câncer
  • Candidíase vaginal e vaginose bacteriana

Como inserir os probióticos no dia a dia?

Quando consumidos corretamente, os probióticos podem aumentar o número e a atividade das bactérias boas presentes no intestino, contribuindo para que cumpram suas funções benéficas no corpo. É possível encontrar os probióticos em formulações específicas e em alimentos que naturalmente exercem essas funções, além dos que agem como prebióticos e são ricos em fibras. Mas para exercer suas funções com eficácia, esses micro-organismos vivos precisam ser resistentes ao suco gástrico e à bile.

Alguns exemplos de alimentos probióticos são:

  • Iogurte: um dos alimentos mais conhecidos, é feito com a fermentação das bactérias do leite
  • Leite fermentado: contém lactobacilos vivos que regulam a microbiota, mas é importante prestar atenção na quantidade de açúcar presente nele
  • Kefir: é um tipo de leite fermentado ou água fermentada com uma colônia de bactérias do bem que se reproduz muito rapidamente. É preciso ficar atento com a produção caseira desse alimento e evitar a contaminação por microrganismos patogênicos
  • Kombucha: bebida fermentada produzida por meio de chás, como o chá-preto e o chá-branco
  • Chucrute: prato típico alemão que leva repolho fermentado em salmoura. Além de um alimento probiótico, ele é rico em vitaminas C e K e tem poucas calorias
  • Missô: pasta fermentada de arroz, cevada e soja, que pode ter sabor salgado ou doce. É um um ótimo alimento probiótico e contém vitaminas e proteínas.
  • Picles: conserva de vegetais que pode ser feita com cenoura, pepino, couve-flor e outros

Qual suplemento probiótico tomar?

O uso de probióticos, ao promover o reequilíbrio da flora intestinal, traz inúmeros benefícios à saúde. Mas é importante lembrar que os probióticos não são iguais. Espécies diferentes de probiótico têm efeitos diferentes, segundo um artigo publicado pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. Enterogermina tem tripla ação: equilibra, restaura a flora e fortalece a defesa.¹ Ele é um suplemento alimentar para contribuir no equilíbrio da flora intestinal, além de fortalecer a defesa do organismo, e pode ser usado por toda a família. Pronto para beber, ele pode ser misturado em água, suco, chá, leite e outras bebidas, além de ser livre de gosto, glúten, açúcar e lactose. Cada flaconete de Enterogermina contém 5 ml da suspensão com esporos de Bacillus clausii. O uso diário de Enterogermina contribui para o equilíbrio da microbiota intestinal e defesa do intestino.

Crianças podem usar probióticos?

Assim como os adultos, as crianças também podem usar probióticos – desde que bem indicados pelo seu médico ou pediatra. Como a microbiota delas ainda não está completamente formada, o uso de probióticos ajuda a deixá-las menos vulneráveis a desequilíbrios, uma vez que eles atuam no organismo de maneira preventiva e auxiliam a flora intestinal a permanecer saudável – ou seja, seu consumo pode virar hábito entre as famílias.

Como inserir probióticos na rotina das crianças

Crianças são verdadeiros espelhos dos pais. Se um adulto não tem hábitos saudáveis, a tendência é a de que as crianças também não os adotem. Por isso, é essencial que você dê o exemplo ao seu filho quando o assunto é alimentação e refeição da família. Com a mudança de hábitos, uma rotina mais saudável, focada na prevenção e no cuidado pode ser levada para a vida inteira.

Para inserir probióticos na alimentação da criança, o primeiro passo é introduzir uma rotina saudável com alimentos naturalmente probióticos e evitar ultraprocessados, uma vez que possuem açúcar, corantes e conservantes em excesso em suas composições – algo extremamente importante para a saúde de toda a família.

Consultoria: Alexandre Iwao Sakano, especialista em cirurgia do aparelho digestivo e proctologia da Beneficência Portuguesa de São Paulo, pai de André e Caio; Renata Buzzini, nutricionista e diretora da Cardapioterapia e mãe de Carlos Eduardo e Maria Luiza; Rodrigo Barbosa, cirurgião do aparelho digestivo.

¹Uma flora intestinal equilibrada promove um ambiente desfavorável para bactérias patogênicas, promovendo a saúde intestinal. Paixão & Castro, 2016. DOI: 10.5102/ucs.v14i1.3629.

ENTEROGERMINA® “O Bacillus clausii (probiótico) contribui para o equilíbrio da flora intestinal. Seu consumo deve estar associado a uma alimentação equilibrada e hábitos de vida saudáveis.” NÃO CONTÉM GLÚTEN. Leia atentamente o rótulo.

MAT-BR-2103016