Criança

Alergia: excesso de diagnóstico pode ser um problema

Um simples teste sanguíneo não é suficiente para diagnosticar alergia à alimentos

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

untitled-design-10

(Foto: Shutterstock)

Não há dúvida de que as alergias alimentares são uma questão preocupante para os pais. Elas parecem estar aumentando entre as crianças, embora ninguém saiba dizer bem o porquê. De acordo com uma nova pesquisa da revista Prediatric, o excesso de diagnóstico sobre alergias alimentares pode ser um problema.

Muitos alimentos podem causar reação alérgica, mas leite, ovos, amendoim, nozes e frutos do mar são responsáveis pelos casos mais sérios. Em um estudo, que dependia de relatórios feito pelos pais, cerca de 8% das crianças tinham alergias alimentares.

Mas de acordo com a nova pesquisa, os auto-relatos tendem a aumentar as coisas e superestimar a alergia real. No novo estudo, as taxas de alergia alimentar chegavam a 12%, mas isso caiu para apenas 3% quando foram realizados mais testes para confirmar.

Em outro estudo, as crianças que estavam evitando um determinado alimento devido à suspeitas de alergia, receberam o mesmo alimento em um desafio alimentar oral (quando uma pequena quantidade é administrada ao paciente sob supervisão médica). O que aconteceu foi uma tolerância de mais de 90% delas.

O “suposto” diagnóstico da alergia alimentar pode ser resultado de uma avaliação exagerada e uma incompreensão dos resultados. É um equívoco comum que um resultado positivo de um exame de sangue ou teste cutâneo pode trazer.

Como os pesquisadores explicam, esses testes apenas detectam anticorpos contra os alimentos, mas eles não diagnosticam a alergia.

Além de colocar estresse desnecessário sobre as famílias, o diagnóstico equivocado de uma alergia alimentar significa que seu filho evitará alimentos que ele não precisa deixar de consumir – e isso pode tirar, sem necessidade, nutrientes importantes da dieta alimentar. Então, fique de olho no diagnóstico e se possível, consulte mais de um especialista.

Leia também:

Exercício durante a gravidez pode contribuir para um parto mais saudável 

Você de barrigão: nossa galeria em comemoração ao Dia da Gestante

Veja 8 dicas que vão te ajudar a lidar com as alergias das crianças