Pais

14 coisas que você precisa saber antes de namorar alguém com filhos

A nossa preferida é a de número 14

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: iStock)

Namorando um pai/mãe divorciado(a) ou solteiro(a)? Nem precisamos lembrar que o seu parceiro e os filhos são um pacote único. Mas você precisa saber bem mais que isso. Abaixo, resumimos algumas dicas de mães e pais solteiros do Facebook sobre namorar alguém com crianças.

1. Não importa o quão maravilhoso e irresistível você seja, as crianças sempre virão primeiro. Isso significa que você precisa entender quando seu parceiro for para outro quarto para dar uma olhadinha nas crianças;

2. Aceite que você não verá as crianças por, no mínimo, seis meses. Dependendo do pai ou da mãe que você estiver namorando, a espera pode ser mais longa ainda;

3. A verdade é que não tem sido fácil para as crianças desde a separação e serem apresentados ao mais novo amigos de seu pai/mãe pode ser difícil;

4. Isso não significa que você não deveria perguntar sobre as crianças do seu/sua parceiro (a). Não há nada mais atraente que um pai solteiro que se interessa com encontros de futebol ou com a nota 10 que o seu filho conseguiu no teste de matemática;

5. Além disso, você deve ser muito especial para ter chegado tão longe. Você não consegue entrar na vida de um pai/mãe divorciada ou solteira a menos que você complemente a vida dela/dela de alguma forma;

6. Não espere que ele/ela responda suas mensagens em questão de segundos. Eles, provavelmente, estarão lidando com alguma birra louca e exagerada enquanto você escreve;

7. E sempre relembre: eles não precisam de outra criança para cuidar, então se comporte como adulto;

8. A situação fará com que você, eventualmente, se depare com fotos do(a) ex do seu parceiro(a). Apesar de tudo, eles ainda têm (e terão para sempre) filhos em comum. Se não conseguir lidar com isso, simplesmente não dará certo;

9. Pensando em fazer uma viagem de fim de semana? Desculpe, mas pais/mães solteiros(as) não são um dos tipos mais viajantes. Eles precisam se sentir notados e amados. (Além disso, quando fizer planos com ele, não volte atrás. Ele pode ter feito de tudo e mais um pouco para arrumar uma babá.);

10. Entenda que o seu parceiro(a) pode ter tido problemas desde que se separou, então seja paciente com ele ou ela;

11. O segredo é ir devagar, sem pressa. Pais solteiros ou divorciados não foram feitos para te proporcionar uma família feita. E, por favor, não mencione casamento antes da hora;

12.Ultimamente, eles valem a pena. Mães e pais solteiros têm uma capacidade incrível de encontrar tempo para tudo e de amar mais que outras pessoas pensem que é possível;

13. Quando você, finalmente, encontrar as crianças, vá devagar com eles também. Não tente forçar o relacionamento. Eles não precisam de outro pai/mãe – eles podem precisar de um amigo que assista desenhos animados com eles;

14. Aqui vai a melhor parte: no fim, você obviamente estará amando os filhos dele(a) como pai/mãe.

Leia também:

Guia da mãe solteira: Saiba como conciliar vida amorosa e filhos

14 dicas de namoro que toda mãe deve saber

Mãe solteira pode namorar, sim!