Pais

Pais, vocês dão conta do recado, sim!

Com o nascimento de um filho, também há o nascimento de um pai

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Créditos: iStock

Créditos: iStock

Scott Kelby era apenas um homem, vivendo a sua vida, quando descobriu que seria pai! Essa história é a do Scott, mas é algo que já aconteceu com muita gente. Como virar pai do dia para a noite? Essa tarefa pode ficar mais gostosa e muito mais fácil com algumas das dicas que Scott da em seu livro, “O medo da paternidade. O livro para os homens que pensam que não querem filhos”.

  1. Não se preocupe em ser um excelente pai

Um excelente pai não é o que sabe segurar o bebê, o que participa de festas ou da presentes. Um bom pai começa a se criado no pré-natal. Se há uma coisa que seu bebê precisa, é uma casa estável e amorosa, vocês vivendo juntos ou não. Trabalhe para tornar seu casamento, ou sua relação com a mãe, a melhor possível.

via GIPHY

  1. Tente voltar rápido a sua rotina

Após o nascimento do bebê é claro que sua vida irá mudar, mas lembre-se que os bebês podem ser levados para festas, encontros com os amigos, supermercado, viagens e outros lugares que você costuma ir. Tente voltar a sua vida normal, fazendo coisas comuns.

via GIPHY

  1. Dê espaço para a mãe

O trabalho de ser mãe, principalmente com um recém-nascido é mais difícil do que o de ser pai, pela amamentação principalmente. E é por isso que os pais precisam entender isso e tomar algumas responsabilidades para si, deixando que a mãe possa cuidar de si mesma também.

via GIPHY

  1. Faça companhia para a mãe durante a amamentação

Sabemos como é difícil, mas levantar com a mãe na hora da amamentação de madrugada é um ponto importante. Fazer companhia um ao outro, caso morem juntos, e compartilhar esses primeiros momentos com o filho é especial. E fique tranquilos, que essa fase passa!

via GIPHY

via GIPHY

  1. Seja carinhoso com o seu filho

Dizer que você ama o seu filho não é o mesmo que fazê-lo sentir o seu amor. Até atingir certa idade, a palavra “amor” não significa muito para eles. Abraços, aconchegos, beijos e brincadeiras fazem com que eles se sintam queridos e amados.

via GIPHY

  1. Trate seu filho como você gostaria de