Babá é presa acusada de sufocar bebê de 5 meses

O caso aconteceu no DF. Por lá, câmeras de segurança instaladas no apartamento da família mostraram a funcionária de apenas 18 anos com uma manta no rosto da criança

Resumo da Notícia

  • Uma babá foi presa acusada de sufocar um bebê de 5 meses
  • Imagens de segurança instaladas no apartamento da família mostraram a funcionária de apenas 18 anos de idade com uma manta no rosto da criança
  • O caso aconteceu no DF

Uma babá foi presa nesta terça-feira, 23 de novembro, acusada de sufocar um bebê de 5 meses. O caso aconteceu no DF. Imagens de segurança flagraram o momento em que a funcionária, de apenas 18 anos de idade, colocava uma manta no rosto da criança.

-Publicidade-

A polícia foi atender o pais da criança em casa. Por lá, eles mostraram a gravação do momento e confirmaram que a babá havia fugido. Conforme relatado pela mãe do bebê, a jovem e o bebê estavam no quarto enquanto ela estava na sala. Subitamente, percebeu pelas câmeras que a mulher tentava sufocar seu filho com uma manta.

Rapidamente, foi para o quarto e questionou a babá sobre a situação – sobre a qual ela teria dito que estava apenas assoando o nariz do bebê. A mãe então pegou o filho no colo, se trancou em outro cômodo e pediu que a mulher se retirasse da residência.

A funcionária possui 18 anos de idade
A funcionária possui 18 anos de idade (Foto: Reprodução/ Metrópoles)

De acordo com as autoridades, o bebê está bem e não sofreu graves lesões. A babá foi encontrada em Cruzeiro Velho, e presa em flagrante sob acusação de agressão e maus-tratos. A funcionária também prestou depoimento à polícia, e alegou que a criança teria vomitado, e que estava apenas limpando-a. Ainda segundo ela, a mãe teria entrado no quarto, questionado a situação e, então, levado o filho para outro cômodo.

Tempos depois, a patroa teria voltado e pedido que ela se retirasse, afirmando que o marido e pai do bebê estava com problemas no trabalho. O bebê não apresentava sinais de agressão, e foi levado ao IML para um exame de corpo de delito.