Bebês

Chegou o verão! Saiba como cuidar bem do ouvido depois de curtir o mar e a piscina com a família

Siga nossas dicas para que a diversão não se transforme em problema nessas férias

Jennifer Detlinger

Jennifer Detlinger ,Filha de Lucila e Paulo

 

(Foto: Getty Images)

(Foto: Getty Images)

As férias chegaram! E para grande parte das crianças, esse período de descanso é sinônimo de mar e piscina, ainda mais durante o verão com temperaturas altíssimas. Mas alguns cuidados devem ser levados em conta quando o assunto é a saúde do ouvido do seu filho e da família toda. Isso porque o contato frequente com a água e a umidade no interior do canal auditivo são fatores que podem resultar em infecções.

A médica otorrinolaringologista, Dra. Jeanne Oiticica, mãe de Pedro e Rodrigo,  esclarece as principais dúvidas dos pacientes que chegam com reclamação de dor de ouvido nessa época do ano. Confira:

1. Entrou água no ouvido. Posso usar haste flexível?

De jeito nenhum, já que a água associada a outros fatores pode desencadear os indesejáveis sintomas. Cutucar o ouvido com haste flexível de algodão pode ser a gota d´água. Se o mergulho foi no mar, pior ainda: além da umidade e da água, temos a areia, que penetra no canal do ouvido. Esses fatores unidos potencializam as chances de infecção.

2. Por que sinto dor de ouvido apenas no verão?

Porque é nessa época do ano que a umidade, o excesso de exposição à água e o suor, quando acumulados no interior do canal do ouvido, uma cavidade parcialmente fechada, tendem a favorecer a proliferação de fungos e bactérias.

3. O que devo fazer para proteger o ouvido do meu filho no mar ou piscina e, assim, evitar as dores de ouvido?

É fundamental que nada seja introduzido no canal do ouvido, não pode cutucar, pois isso pode criar microfissuras na pele, o que desencadeia a infecção. Deve-se secar o ouvido com uma toalha felpuda, com o secador de cabelo ou pingando uma gota de vinagre incolor no canal do ouvido. Caso essas orientações não resolvam o problema, procure o médico especialista em otorrinolaringologia para fazer a consulta clínica e o diagnóstico de maneira correta.

4 – Quando devo procurar o médico?

Quando os sintomas não melhoram, mesmo após algumas tentativas de secar o ouvido. A piora ou o surgimento de outros sintomas como sensação de ouvido tampado, otorreia (secreção que drena do canal do ouvido) e febre. Lembre-se: nunca introduza hastes no canal do ouvido. Esse ato, além de predispor a infecções, pode levar à perfuração do tímpano e, em alguns casos, até mesmo à surdez.

Leia também:

Saiba como evitar os enjoos do seu filho em qualquer viagem

Como saber se o bebê tem deficiência auditiva?

Incômodo no ouvido nas viagens de avião? Entenda por que ele existe e como prevenir