Padre que deixou bebê escorregar na hora do batismo em vídeo que viralizou é processado

A mãe do bebê entrou com uma queixa contra o padre por machucar a criança e quase deixá-la cair

A cerimônia de batismo é sempre um ocasião especial para as famílias religiosas. No entanto, em Limassol, na cidade de Chipre, uma família passou por um sufoco durante a cerimônia. O padre deixou o bebê escorregar durante o batismo. O vídeo que mostra o momento exato foi compartilhado nas redes sociais  pela mãe da criança.

-Publicidade-
As imagens foram compartilhadas pela mãe do bebê (Foto: Reprodução / Facebook)

Nas imagens, o padre aparece ‘mergulhando’ o bebê que já chorava, na pia batismal. As pernas do bebê bateram na borda da fonte de metal várias vezes durante as imersões.  É possível ver ainda uma mulher irritada com a situação. Após o batismo, os pais do bebê realizaram uma queixa formal contra o religioso.

A mãe publicou o desabafo sobre o ocorrido no perfil do Facebook. “O padre bateu no meu bebê, todos gritamos com ele para ter cuidado, mas ele respondeu: ‘Sou responsável pelo batismo’”, disse Ntina Shitta, a mãe da criança. “O bebê ficou vermelho e estava em estado de choque! Este padre arruinou o nosso dia mais bonito”, acrescentou.

-Publicidade-

Em sua defesa, o padre pediu desculpas à família.“A verdade é que o bebê em algum momento quase escorregou das minhas mãos e como você pode ver no vídeo coloquei meu braço sob seu quadril para protegê-lo. Não houve intenção da minha parte de bater ou machucar o bebê”, afirmou segundo o  portal Cyprus Time. “Já batizei muitas crianças. Quando percebi que o bebê estava estressado, tentei completar o ritual o mais rápido possível”, explicou.


-Publicidade-