Colunistas

Vamos celebrar a diversidade!

As pessoas com síndrome de Down têm direito de desfrutar uma vida plena e digna

(Foto: Acervo Pessoal)

Lorena, filha de Ivelise (Foto: Acervo Pessoal)

Em 21 de março, o mundo comemora o dia internacional da Síndrome de Down. A data faz referência aos 3 cromossomos número 21 que definem que uma pessoa tenha a Síndrome de Down (21/3). Instituído por meio de resolução proposta pelo Brasil nas Nações Unidas, em 2011.

O dia tem como objetivo valorizar as pessoas com síndrome de Down e conscientizar a população sobre a importância da promoção dos direitos inerentes às pessoas que nasceram com a Síndrome de desfrutar uma vida plena e digna, como membros participativos em suas comunidades e na sociedade.

De acordo com o Censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), cerca de 45 milhões de pessoas possuem alguma deficiência física ou mental no Brasil. Destas, estima-se que 300 mil tenham Síndrome de Down, que ocorre com uma prevalência de 1 para cada 600 nascimentos aproximadamente.

As celebrações do Dia Internacional da Síndrome de Down ao redor do mundo incluem conferências, seminários, sessões solenes, encontros, caminhadas, exposições, mostras de filmes. O Brasil é sempre o campeão no número de eventos organizados para o Dia Internacional da Síndrome de Down.

Leia também

Síndrome de Down não é doença, é uma condição!

Primeira professora com Síndrome de Down do Brasil: conheça quem é ela, mesmo!

Já faz três meses que cheguei aqui na Terra

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não