Criança

3 maneiras de ensinar sua filha a amar o próprio corpo

Além disso, você pode ajudar a prevenir distúrbios alimentares

Logo-Parents (1)
Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: iStock)

(Foto: iStock)

É difícil proteger as crianças, principalmente as meninas, dos problemas de autoestima em relação ao próprio corpo. A revista científica norte-americana Science publicou um estudo que mostra uma triste realidade. Depois de realizar experimentos com 400 crianças entre 5 e 6 anos, eles concluíram que é a partir dessa idade que os estereótipos de gênero começam a surgir. Ou seja, é com essa idade que as meninas começam a se sentir menos inteligentes e menos capazes. Trabalhar a autoconfiança da sua filha desde cedo é importante. Separamos 3 passos para começar essa prática na sua casa já!

Comece por você

Sua filha aprende com você, então ela será seu reflexo! Se você não se sente confiante com o próprio corpo, vai ser difícil ensinar sua menina a não ter problemas com o dela. Primeiro comece amando seu corpo e a imagem que você vê no espelho, sua filha vai aprender pelo exemplo.

Oriente sobre alimentação

Conversar sobre as nossas escolhas em relação a alimentação é importante. Na hora de explicar quais são as melhores opções, opte por dizer que existem alimentos que a gente come “às vezes” e “sempre” o que soa melhor que comida “boa” e “ruim”. Se você dizer que aquele tipo de alimento é ruim, pode aumentar as chances da sua filha se sentir culpada quando comer. E a gente sabe que a realidade é outra, nem todos os dias frutas, legumes e vegetais estão no nosso cardápio.

Envolva a criança no processo de produção da lancheira 

Pode parecer bobagem, mas trabalhar a lancheira e o cardápio da semana junto com sua filha não só ajuda a tornar ela mais confiante com o próprio corpo, mas também trabalha o desenvolvimento alimentar. Participar do processo é entender por que é importante consumir aquele alimento.

Leia também:

Estudo afirma que dar colo torna a criança um adulto mais confiante 

9 segredos para criar uma criança mais feliz e confiante

7 coisas que todo pai de menina deveria saber

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não