Criança quebra o dente em festa após morder brigadeiro ‘falso’ e responsável pede devolução do dinheiro

O brigadeiro era, na verdade, um enfeite de cabelo. O ocorrido foi na cidade de Santos, litoral de São Paulo

Resumo da Notícia

  • Mãe reclama sobre vendedora em redes sociais após filha confundir enfeite de presilha com doces de festa e quebrar o dente
  • A empreendedora se indigna após cliente pedir devolução do dinheiro, afirmando que a culpa era desta por fazer brigadeiros 'muito realistas'
  • As críticas nas redes sociais, em massa, foram focadas na cliente

Rosângela da Silva Oliveira é mãe e reside na cidade litorânea de Santos, em São Paulo. Em uma festa de aniversário, a mulher foi com a filha e, em certo momento, a menina confundiu uma presilha de cabelo feita com doces irreais com brigadeiro, beijinho e marshmallow verdadeiros e mordeu o objeto, o que ocasionou o defeito em seu dente.

-Publicidade-

Indignada com o ocorrido, a cliente foi imediatamente pedir seu dinheiro de volta à vendedora, que acabou por não aceitar a proposta e ficou sem entender o motivo. Após a recusa, Rosângela fez uma denúncia on-line e acabou repercutindo o assunto. Confira a publicação abaixo:

Tia de criança reclama nas redes sociais sobre brigadeiro 'falso'
Mãe de criança reclama nas redes sociais sobre brigadeiro ‘falso’ que, na verdade, é presilha de cabelo (Foto: Reprodução/Facebook)

Nessa terça-feira (28), a mãe publicou uma reclamação em suas redes sociais contra a responsável de fazer e distribuir os enfeites de cabelo, Aline Ketline Mendes. A cliente confirmou a compra no valor de R$25,90, a qual foi encomendada através da rede social Facebook. A vendedora entregou os laços para Rosângela no Praiamar Shopping Center, em Santos (SP), após esta entregar R$30 e a empreendedora devolver seu troco.

A presilha é feita, na verdade, de biscuit, um tipo de ‘porcelana fria’ ou massa de modelar, fator que fez o brigadeiro e o beijinho ‘de mentira’ parecerem ‘de verdade’. Em relato, a cliente dizia que as crianças da festa queriam ficar puxando o enfeite do cabelo da garota, já que parecia extremamente realista.

Aline contou à plataforma do G1 que, de início, ficou furiosa com a repercussão do assunto nas mídias sociais, mas foi bem acolhida ao perceber que o erro não era dela: “Na hora fiquei muito brava, achei um absurdo ela fazer isso, mas quando vi as mensagens das pessoas me apoiando, todo mundo dizendo que ela que está errada e não eu, fiquei aliviada. Estou recebendo muitas mensagens de apoio”.