Menina de 5 anos aparece sendo consolada por irmã durante tratamento contra o câncer

Arianna Solieiri, de 5 anos, está em tratamento de um neuroblastoma estágio 4

Resumo da Notícia

  • Uma menina de 5 anos com câncer aparece sendo consolada por irmã durante o tratamento;
  • Os pais de Arianna, de 5 anos, registraram a irmã Mya, 3, apoiando a irmã da menira que pode;
  • Chris e Abigail, pais da menina, contaram sobre o processo da descoberta do câncer.

Arianna Solieri tem uma forma extremamente rara e agressiva de câncer infantil, o neuroblastoma. Durante o tratamento, os pais de Arianna, Chris, 34 e Abigail, 33, registraram Mya, de três anos, apoiando a irmã no processo, apesar de não entender o que está acontecendo. Chris e Abigail são pais de três meninas: Zaya, 1, Mya, 3 e Arianna, 5.

-Publicidade-

“Ela sabe que Arianna não está bem e precisa ir ao hospital para tomar remédios, mas ela não entende por que precisamos ir com tanta frequência. Um dia, Mya levou uma tigela para ela porque ela já tinha visto eu e sua mãe fazer isso”, contou Chris em entrevista ao The Sun.

“Ela ama sua irmã e a admira. Ela sempre quer estar perto dela, mas quando Arianna não está aqui, ela sente falta da ‘melhor amiga’. Ela sabe que Arianna não está bem e precisa ir ao hospital para tomar remédios, mas ela não entende por que precisamos ir com tanta frequência”, disse o pai das meninas.

Mya ajudando sua irmã Arianna, diagnosticada com neuroblastoma estágio 4
Mya ajudando sua irmã Arianna, diagnosticada com neuroblastoma estágio 4 (Foto: Reprodução/The Sun)

Os pais de Arianna explicaram que, inicialmente, a primogênita começou a sentir dor nas costas por causa do colchão novo. “Em julho de 2021, Arianna reclamava de dor nas costas, mas nós apenas assumimos que era muscular depois de comprar uma cama nova para ela, depois de ver um osteopata, a dor diminuiu. No entanto, em novembro, a dor mudou para a parte inferior das costas e ficou claro que algo estava muito errado”, completou.

Em novembro, Chris relata que, em uma noite, a filha ficou com febre, e ainda tinha dor nas costas. Como os médicos prescreveram antibióticos para uma possível infecção renal, Abigail sentiu que algo não estava certo, e seu instinto maternal entrou em ação.

Descoberta do câncer

Os pais disseram que levaram Arianna ao pronto-socorro oito vezes em seis dias. E entre idas e vindas, a mãe da menina insistiu que outros exames fossem feitos, para investigar melhor. “Depois de um ultrassom no rim, o radiologista veio com um colega, e neste momento, meu coração parou – eu sabia que não seriam boas notícias”, desabafa Chris.

Dois dias depois, a família foi transferida ao Great Ormond Street Hospital, em Londres, onde os médicos descobriram que Arianna estava no estágio 4 de neuroblastoma de alto risco. Arianna está atualmente passando por um plano de tratamento intensivo, incluindo ciclos de quimioterapia a cada dez dias.

“Foi a semana mais devastadora de nossas vidas. Ela realmente é um presente; ela é perfeita em todos os sentidos. É horrível que algo assim possa acontecer a alguém com um coração tão bom”, lamentam os pais da garota.