Criança

Essas gêmeas de cores diferentes estão emocionando o mundo

Marcia e Millie são filhas de uma mãe inglesa e um pai com ascendência jamaicana

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: Reprodução National Geographic)

(Foto: Acervo Pessoal)

As gêmeas bivitelinas Marcia e Millie Biggs chocam as pessoas. O motivo? Elas são muito parecidas, exceto pela cor da pele. A mãe das meninas é inglesa e o pai tem ascendência jamaicana.

Atualmente, elas têm 11 anos e estampam a capa da edição de abril da revista americana National Geographic sobre questões raciais. Marcia tem olhos claros, pele branca e cabelos loiros, Millie tem cabelos e olhos castanhos e pele negra, por isso, algumas pessoas não acreditam quando falam que elas são irmãs.

(Foto: Reprodução National Geographic)

(Foto: Reprodução National Geographic)

Em entrevista à revista americana, os pais das meninas disseram que quando acontece de questionarem se elas realmente são gêmeas por conta da cor, eles simplesmente respondem: “São os genes”.

Em gêmeos bivitelinos, cada óvulo é fecundado por diferentes espermatozóides, logo, os bebês podem herdar características distintas. Especialistas dizem que isso não é tão raro em casais inter-raciais, mas Amanda, mãe das gêmeas, as considera “seu milagre de um em um milhão”.

Em vídeo para o site da revista, as gêmeas dão uma aula e contam que quando as pessoas as vêem juntas, acham que elas são apenas amigas. “O racismo é quando alguém te julga pela sua cor e não por quem você é”, diz Millie.

Leia também:

Crianças não nascem preconceituosas, a culpa é do ambiente onde elas vivem

No Dia das Crianças, apenas 3% das bonecas à venda em lojas virtuais no país são negras

Uma aula de representatividade!