;
Criança

Junior Lima diz que o filho é vegetariano e a gente te explica os cuidados para entrar nessa onda

Otto tem apenas 1 ano

Izabel Gimenez

Izabel Gimenez ,filha de Laura e Décio

Família reunida! (Foto: reprodução / Instagram)

Junior Lima e sua esposa, Monica Benini, são vegetarianos e optaram por seguir os mesmos passos na dieta do primeiro filho, Otto. Pelos stories, o cantor decidiu responder algumas perguntas dos seguidores, um deles questionou se o Otto era vegetariano ou vegano, ele explicou que a alimentação do garoto é bem parecida com do casal.

“O Otto come igual os pais, ele come o que a gente come. Só que as vezes a gente dá uma aliviada. Então, por exemplo, queijo que tem um pouco mais de sal, laticínios e tal ele acaba não comendo muito, come pouco. Mas ele é vegetariano, não vegano”, respondeu.

O assunto sempre gera polêmica. Muitos acreditam que é o melhor a se fazer e outros pensam que é um absurdo. Na realidade, adotar uma dieta vegetariana não significa que a criança será mais saudável, nem menos. “O maior risco de deficiência neste caso seria de vitamina B12 e ferro. Assim como qualquer dieta tradicional, as dietas vegetarianas podem ser ou não adequadas do ponto de vista nutricional. Isto vai depender da qualidade e quantidade dos alimentos que compõem o cardápio”, explica a nutricionista, Elaine de Pádua, da Clínica DNA Nutri e mãe de Isabella.

Criança vegetariana pode? (Foto: Istock)

Então, se as crianças vegetarianas forem alimentadas com esta atenção, o crescimento será normal. Além disso, estudos da Associação Dietética Americana e da Academia Americana indicam que uma dieta vegetariana de qualidade pode prevenir doenças como hipertensão, diabetes, sobrepeso e até câncer. A justificativa é a baixa quantidade de gordura saturada e colesterol em verduras e legumes.

Se a dieta não for balanceada, pode afetar negativamente a saúde das crianças. É necessário substituir a carência de certos nutrientes, como a Vitamina B12. Fique atento ao peso e à estatura da criança para checar se a quantidade de calorias não está sendo prejudicada. Um acompanhamento médico, nessa situação, é o ideal. “É possível conquistar hábitos saudáveis, promovendo um crescimento e desenvolvimento ótimo, desde que haja planejamento na alimentação. Alimentos variados, coloridos e em quantidades ideais, que atendam às necessidades de cada um, seja a criança vegetariana ou não: o equilíbrio é a chave do sucesso”, diz a nutricionista.

 Leia também: