Mãe cabelereira compartilha rotina intensa de cuidados com cabelo “raro” da filha de 6 anos

Noelle Hardie-Gleed possui uma intensa de rotina de cuidados com a mãe, Laura. Isso porque, segundo a cabelereira, os fios da filha tão espessos e compridos são os primeiros que ela já viu em toda a sua carreira

Resumo da Notícia

  • Uma mãe que também é cabelereira admitiu os intensos cuidados que possui com o enorme cabelo da filha de 6 anos
  • Ao portal Mirror, Laura admitiu que a menina precisa cortar o cabelo 6 vezes por ano
  • Além disso, a mãe ainda relata como nunca tinha conhecido alguém com o cabelo igual ao de Noelle

Rapunzel, é você? Uma menina de 6 anos está chamando a atenção – não só pelo cabelo enorme, como também pela intensa rotina para manter os fios “impecáveis”. Ao portal Mirror, a mãe e cabelereira Laura revelou o passo a passo que faz com Noelle para manter a saúde do cabelo da filha.

-Publicidade-

“Ela corta oito vezes por ano para mantê-la saudável. Eu fiz isso a vida toda dela”, admite. Como uma profissional que cuida dos fios, Laura sabe exatamente o que fazer para garantir que o cabelo considerado “raro” de Noelle esteja sempre lindo.

Laura cuida pessoalmente dos cabelos da filha
Laura cuida pessoalmente dos cabelos da filha (Foto: Reprodução/ The Mirror)

“A maioria das pessoas loiras tem cabelo muito fino, então o dela é bastante incomum. Nunca vi uma criança loira com cabelo igual ao dela em todos os meus anos como cabeleireira. Não usamos nenhum produto especial no cabelo dela nem nada”, ainda ressalta.

Laura compartilha os cuidados com Noelle para, também, alertar os pais sobre a importância de cortar com frequência o cabelo das crianças. Isso porque, segundo a profissional, essa é uma forma de manter o crescimento dos fios impecáveis por toda a vida.

Laura defende que os pais devem cortar o cabelo dos filhos regularmente
Laura defende que os pais devem cortar o cabelo dos filhos regularmente (Foto: Reprodução/ The Mirror)

“Acho que as pessoas realmente subestimam a importância de cortes de cabelo super frequentes e o impacto que podem ter”, afirma. “É tão frustrante quando vou buscar Noelle na escola e vejo essas meninas com rabos de rato no cabelo. Seus pais sempre dizem ‘Eu não corto há anos porque ela quer muito deixar crescer’. E eu fico ali, tentando convencê-los de que cortar o cabelo vai ajudá-lo a crescer e torná-lo mais grosso”, conta.

Laura ainda destaca que nem ela, nem a filha, possuem uma meta para o comprimento do cabelo de Noelle. Contudo, fazem questão de aproveitar os fios e doá-los para instituições de caridade para pessoas com câncer.”Noelle e eu gostaríamos que seu cabelo ajudasse outra criança que está mal. Quando ela decidir que quer cortá-lo, é o que faremos”, finaliza. Demais!