Menina de 12 anos não resiste após explosão de lareira improvisada

Terluize Tozon teve 90% do corpo queimado, segundo o tio. O irmão mais novo e os pais da menina seguem internados em hospitais de Passo Fundo e de Lagoa Vermelha

Resumo da Notícia

  • O acidente aconteceu na noite de sábado, 4 de julho
  • A informação da morte foi confirmada pelo hospital e pelo tio da menina
  • O incêndio foi provocado por uma lareira, que era improvisada com três latas de cerveja cortadas ao meio
Terluize Tozon teve 90% do corpo queimado, segundo o tio (Foto: Reprodução / Vídeo G1)

Morreu na madrugada desta segunda-feira, 6 de julho, em Passo Fundo, no Norte do Rio Grande do Sul, a menina de 12 anos ferida em um incêndio com uma lareira improvisada na casa da família em Lagoa Vermelha. O acidente aconteceu na noite de sábado, 4 de julho.

-Publicidade-

Terluize Tozon estava internada no setor de cardiologia do Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital São Vicente de Paulo, em Passo Fundo. A informação da morte foi confirmada pelo hospital e pelo tio da menina. A informação inicial era de que Terluize havia tido 70% do corpo queimado no incêndio, mas o tio informou que 90% do corpo da sobrinha foi atingido.

Lareira feita com latas e álcool explodiu, conforme os bombeiros, provavelmente devido à fagulha (Foto: Reprodução / Vídeo G1)

Segundo o G1, o irmão mais novo, de 6 anos, está na emergência do mesmo hospital. Segundo a instituição, ele “inspira cuidados”. Os pais estão no Hospital São Paulo, de Lagoa Vermelha, em estado estável. A mãe das crianças, de 33 anos, teve queimaduras em uma das pernas, e o pai, de 38, em um dos braços. A avó dos irmãos também foi atendida no hospital da cidade, mas já foi liberada. Ela teve as mãos queimadas ao tentar socorrer os netos.

-Publicidade-

Segundo o Corpo de Bombeiros, o incêndio foi provocado por uma lareira, que era improvisada com três latas de cerveja cortadas ao meio. O fogo era feito com etanol. A suspeita é de que uma das latas estava com uma fagulha e, no momento em que o pai foi abastecer a lareira, teria provocado uma explosão. A estrutura da casa não foi comprometida.

-Publicidade-