Menina de 3 anos dá os primeiros passos após ganhar prótese feita só para ela: “Realizando sonho”

Ana Júlia nasceu com uma malformação na perna que a impedia de se locomover, mas depois de tanto tempo de espera, o sonho de caminhar sozinha finalmente se tornou realidade

Resumo da Notícia

  • Menina de 3 anos dá os primeiros passos após ganhar prótese feita só para ela
  • Ela nasceu com uma malformação na perna que a impedia de se locomover
  • Depois de tanto tempo, no entanto, o sonho finalmente se tornou realidade

Ana Júlia Gonçalves, de 3 anos, conseguiu ficar em pé e andar pela primeira vez há alguns dias. Isso só foi possível porque ela ganhou uma prótese sob medida que se encaixa perfeitamente na altura do joelho dela. Ana Júlia nasceu com uma malformação na perna que a impedia de se locomover, mas depois de tanto tempo de espera, o sonho de caminhar sozinha finalmente se tornou realidade.

-Publicidade-

Karine da Conceição, mãe da menina, contou que a filha sonhava com o dia em que ela “poderia caminhar”, como apontado pelo jornal Folha do Jalapão. Agora, o desejo dela foi finalmente realizado. Ana Júlia foi atendida pela Oficina Ortopédica da Prefeitura de Araguaína (TO), que fabricou e entregou a primeira prótese infantil dela.

Menina de 3 anos dá os primeiros passos após ganhar prótese feita só para ela: “Realizando sonho” (Foto: reprodução Razões para Acreditar / Marcos Sandes/Prefeitura de Araguaína)

Desde março, ela participa de  ‘sessões de caminhada’ para se adaptar à nova vida, aprendendo como caminhar sozinha por aí. “Desde quando a minha filha nasceu estou correndo atrás dos tratamentos necessários. Hoje estou realizando o meu sonho e o da minha filha, que sonhava com o dia em que poderia caminhar normalmente”, comemorou a mãe dela.

Para fazer essas sessões, a família precisou sair da cidade onde moram. Esse tratamento é feito no  Centro Especializado em Reabilitação (CER). “Nós morávamos em Tocantinópolis e eu não sabia que em Araguaína existia um serviço como esse, ainda mais de graça. Fomos atendidos na unidade básica e encaminhados para cá”, explicou a mãe. A família, agora, está comemorando cada novo passo da garota!