Menina de 3 anos morre em atropelamento enquanto brincava no quintal de casa

Izadora Kamile Carnero morava em Curitibanos, Santa Catarina

Resumo da Notícia

  • Izadora Kamile Carnero de apenas 3 anos foi atropelada
  • O motorista estava descendo um morro mas não conseguiu frear
  • A família não tinha percebido que o acidente tinha sido com a criança

Uma menina de 3 anos foi atingida por um caminhão em Curitibanos, Santa Catarina. O motorista tentou frear o veículo enquanto descia de um morro, mas não conseguiu e acabou batendo em outros carros que causaram danos. Mesmo tendo batido nos carros a caminhonete atropelou Izadora Kamile Carnero.

-Publicidade-

O corpo da menina foi sepultado na quinta (2) no cemitério municipal. Segundo a polícia, ela brincava de bola na área externa da casa no momento da colisão. A Polícia Civil investiga o caso. Segundo a tia, a família está desolada com o caso. Izadora morava com a avó, perto da casa da mãe.

“Ela nasceu de 6 meses, não tinha nem um quilo quando nasceu. Com três meses teve um problema muito sério, parecido com leucemia. Foi guerreira a vida inteira. Ela era esperta, brincalhona, pequeninha e tinha uma aura maravilhosa”, diz Maria Letícia Moraes, que é tia da menina.

A caminhonete não conseguiu frear a tempo
A caminhonete não conseguiu frear a tempo (Foto: Reprodução/Corpo de Bombeiro/G1)

Segundo a delegada da Polícia Civil Roxane Venturi, o motorista descia um morro quando o freio parou de funcionar. Na tentativa de parar o veículo, o homem desligou o motor do carro. Segundo a polícia, a caminhonete bateu em um carro e em dois jovens, uma menina de 15 anos e um menino de 9, que tiveram ferimentos leves.

“Se o Gol tivesse sido suficiente para parar a caminhonete, talvez essa tragédia não tivesse acontecido”, avaliou a delegada Roxane Venturi. Segundo Roxane, o motorista não viu e nem percebeu que havia atropelado a menina. A família, quando ouviu o barulho, também não percebeu que ela tinha sido vítima do acidente. Apenas quando um dos familiares enxergou os pés de Izadora embaixo da caminhonete, ela foi socorrida, já sem vida.

Segundo o Corpo de Bombeiros, quando foram acionados a menina já estava sem vida. O motorista poderá cumprir pena por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. O motorista, de 73 anos, não se feriu. Após ser encaminhado para a delegacia para prestar esclarecimentos, ele foi liberado. O teste do bafômetro foi feito e deu negativo. A liberação do laudo pericial ainda é aguardada para esclarecer outros detalhes do acidente.