Menina prevê TV de plasma e vídeo chamadas em redação escolar de 1969

Na época, a criança de 11 anos imaginou como seria o mundo no futuro – 1980

Resumo da Notícia

  • Recentemente, uma redação escolar antiga foi encontrada embaixo do estofado de um sofá por um restaurador de móveis antigos na Inglaterra;
  • A carta foi escrita em 1969 e com muito entusiasmo;
  • Na época, uma menina de 11 anos imaginou como seria o mundo no futuro - 1980.

Recentemente, uma redação escolar antiga foi encontrada embaixo do estofado de um sofá por um restaurador de móveis antigos na Inglaterra. A carta foi escrita em 1969 e com muito entusiasmo, uma menina de 11 anos imaginou como seria o mundo no futuro – 1980.

-Publicidade-

No texto, a pequena se imaginava casada aos 21 anos e por coincidência, ela previu tecnologias que usamos hoje como os aplicativos de vídeo chamada: “Em 1969, o telefone era um quadrado com um receptor em cima. Agora ele tem uma tela onde você pode ver a pessoa com quem está falando. É um pouco parecido com uma televisão”, escreveu a menina.

Menina prevê TV de plasma e ZOOM (Foto: Freepick)

Ela também previu que os televisores ficariam mais finos e que não seria mais preciso levantar do sofá para mudar de canal. “Eu me lembro de quando tinha 11 anos e estava na escola, as coisas mudaram muito agora. Por exemplo, a televisão mudou. Em 1969 era uma caixa quadrada com botões na frente. Agora é uma tela grande e os botões ficam no braço do sofá”, prevê a menina.

O controle remoto e a espessura da televisão acabaram sendo desenvolvidos no período de uma década depois da cara. Agora, com relação às chamadas de vídeo, a menina pôde ver sua imaginação se tornar realidade somente quase cinco décadas depois do que previu, a partir de 2010.

Menina prevê TV de plasma e ZOOM (Foto: Freepick)

A autora, que hoje teria 62 anos, também imaginou que não haveria comida, apenas um chiclete com todos os sabores, ideia provavelmente tirada de “A Fantástica Fábrica de Chocolate”. “Meu marido chega em casa mas não tenho que preparar o chá como fazíamos em 1969. Tudo que temos é um chiclete para comer. Esse chiclete é a comida. Você pode sentir toda a comida descendo pela sua garganta e também sentir o sabor. E não precisa lavar nenhuma louça depois”, concluiu.