Oi?! Criança da pré-escola leva tequila para escola e deixa colegas bêbados

Uma mãe contou para a NBC sobre o momento em que recebeu a ligação da escola Grand River localizada em Michigan, nos EUA, sobre a filha ter bebido margarita com os colegas de classe. Entenda o caso

Resumo da Notícia

  • Criança da pré-escola leva tequila para escola e deixa colegas bêbados
  • Uma mãe contou para a NBC sobre o momento em que recebeu a ligação da escola Grand River localizada em Michigan, nos EUA, sobre a filha ter bebido margarita com os colegas de classe
  • Entenda o caso

É isso mesmo que você entendeu. Em uma escola localizada em Michigan, nos EUA, uma criança da pré-escola levou uma garrafa de margarita para que pudesse dividir com os colegas. As informações são de uma reportagem da NBC, que conversou com uma das mães dos alunos que ingeriram a bebida alcoólica.

-Publicidade-

Margarita é uma famosa bebida que possui tequila, com 10% de teor alcoólico. A mãe, identificada como Alexis Smith, contou que recebeu a ligação da escola em que a filha estuda na última quinta-feira, 14 de abril. A mulher contou que ficou assustada com a situação.

Crianças e adolescentes alvos de violência terão prioridade de matrículas nas escolas
Um professor percebeu a movimentação dos alunos e confiscou a garrafa de bebida (Foto: Getty Images)

“Eu perguntei: ‘minha filha está bem?’ e a pessoa disse, ‘sim, ela está bem aqui e parece bem’ e, então, eu disse, ‘ok, bem, quanto ela bebeu?'”. A escola não soube quantificar o quanto cada criança havia bebido. A mãe se indignou com o ocorrido, e se questionou como pais e educadores não perceberam que se tratava de uma criança ingerindo bebida alcoólica.

“Minha filha toma remédio e, em primeiro lugar, nenhuma criança deveria ter acesso a bebidas… Só um gole, em si, queima tudo. E se tivesse acontecido alguma coisa?”, desabafou Alexis. A situação foi interrompida depois que um professor, já em sala de aula, percebeu a estranha movimentação dos alunos e confiscou a garrafa de margarita.

A escola ainda enviou uma carta aos pais no mesmo dia do ocorrido, confirmando que medidas para conter quaisquer situações semelhantes serão tomadas. Contudo, esclareceu que não pode dar mais detalhes do ocorrido como forma de preservar a identidade dos alunos.