Criança

Poder feminino até na hora de estudar: meninas são mais dedicadas que os meninos na escola

Segundo um estudo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, elas dedicam cinco horas e meia por semana para estudar

Nathália Martins

Nathália Martins ,Filha de Sueli e Josias

school-kids-raising-hand-in-classroom-picture-id614013614

(Foto: iStock)

Quando o assunto é escola, as meninas são mais dedicadas que os meninos. Pelo menos isso é o que diz um levantamento feito pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), com dados  de 2012 do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA). Além de estudar mais horas por semana e passar mais tempo na escola, elas também adoram ler. Já os meninos têm mais tendência a se darem bem com matemática e são mais confiantes.

A pesquisa aponta que apenas 9% das garotas não atingem o nível básico de aprendizado, comparado com 14% dos garotos. Porém, as famílias costumam incentivar mais os meninos a ingressarem em áreas relacionadas com matemática, abalando a confiança delas em relação à esta disciplina. Apenas 14% das mulheres optam por uma carreira de exatas contra 39% dos homens.

Meninas dedicam cerca de cinco horas e meia por semana para os estudos, enquanto os meninos estudam por quatro horas e meia. De acordo com a psicopedagoga do Instituto NeuroSaber Luciana Brites, mãe de Heloísa, Gustavo e Maurício, isso acontece durante o processo de aprendizagem. Os meninos são menos concentrados, comportados e não dialogam, ou seja, eles têm de três a cinco vezes mais dificuldade que as garotas. Vantagem para o lado feminino que, por causa disso, consegue adquirir habilidades em menor tempo. Sua filha se encaixa neste estudo?

Leia também:

Volta às aulas sem trauma 

Você viu isso? Menino leva irmão de um ano para a escola por não ter com quem deixar

Para além da sala de aula: a escola tem que ensinar para a vida também