Criança

Por que as crianças sofrem de depressão e problemas de saúde mental?

Saiba reconhecer se seu filho pode estar sofrendo em silêncio

Jéssica Anjos

Jéssica Anjos ,filha de Adriana e Marcelo

(Foto: Getty Images)

(Foto: Getty Images)

Um número crescente de americanos apresenta sintomas de depressão ou algum outro problema de saúde mental. Mas os adultos não são os únicos que lutam com problemas de saúde mental: as crianças também lidam com eles. Embora tenhamos a tendência de assumir que apenas homens e mulheres adultos sofrem de depressão, ansiedade e outros distúrbios, a realidade é que mais crianças são afetadas do que pensávamos.

De acordo com o CDC, (Centers of Disease Control and Prevention) do governo americano, cerca de uma em cada cinco crianças americanas, com idades entre 3 e 17 anos, tem um distúrbio de saúde mental em um determinado ano. Em outras palavras, 15 milhões de pessoas com menos de 18 anos lutam com problemas que afetam sua saúde mental.

Diversos estudos mostraram que as taxas de depressão em crianças e adolescentes americanos estão em constante aumento. Um desses estudos foi relatado na revista Pediatrics, revelando que a prevalência de depressão em adolescentes e adultos jovens aumentou nos últimos anos. O estudo descobriu que a incidência desse transtorno mental aumentou de 8,7% em 2005 para 11,5% em 2014. Mais precisamente, durante esse período, as taxas de depressão aumentaram 37%.

Apesar do fato de que milhões de crianças e adolescentes têm depressão e outros problemas de saúde mental, apenas 20 por cento deles são diagnosticados e recebem o tratamento adequado para sua condição. Isso significa que 80% das crianças e adolescentes não recebem nenhum tratamento. Depressão, ansiedade, TDAH e muitos outros problemas mentais que afetam as crianças são administráveis, mas só são possíveis com o diagnóstico preciso e medidas eficazes de tratamento.

Com as crescentes evidências confirmando a crise da saúde mental de adolescentes e crianças, é devastador saber que apenas 20% delas são tratadas por sua condição. A grande maioria não recebe qualquer tipo de tratamento, mas isso pode estar relacionado ao fato de que os transtornos mentais geralmente não são detectados nessa população.

Sinais de que seu filho pode estar com dificuldades

Mas por que isso acontece? Neste ponto, é difícil dizer, mas diferentes teorias poderiam explicar por que os problemas de saúde mental permanecem fora do radar. Em muitas situações, os pais pensam que é apenas uma fase em que seu filho passa e eles acreditam que vão crescer em breve.

As crianças não são tão eficazes quanto os adultos em expressar como se sentem. Sim, eles sabem o que significa ser feliz ou triste, mas os problemas de saúde mental incluem um espectro de emoções que eles não podem definir ou explicar.

Por outro lado, os adolescentes escondem sua tristeza e depressão dos outros. Eles podem agir como se tudo estivesse bem na frente de seus pais, embora eles estejam lutando com muitos sintomas de depressão ou outras condições. Tanto crianças quanto adolescentes com transtornos de humor podem ficar quietos e internalizar suas emoções. E nestas situações, é difícil perceber que algo está errado.

O que causa problemas de saúde mental em crianças?

Questões de saúde mental não ocorrem devido a situações triviais, como um menino estar deprimido porque ele tem que limpar seu quarto. Em muitos casos, as causas de depressão, ansiedade e outros problemas são uma combinação de diferentes fatores, como saúde física, traumatismo da vida, meio ambiente e até mesmo história familiar e genética.

De fato, a história familiar é um dos fatores de risco mais comuns para a depressão. A revista The Lancet Psychiatry publicou um estudo que descobriu que os pais que mostram sinais de depressão são mais propensos a ter filhos que também apresentam sintomas deste transtorno de saúde mental.

Os fatores comuns de risco para transtornos mentais, emocionais e comportamentais em crianças e adolescentes são:

– Puberdade precoce

– Gênero (as meninas são mais propensas a