“A criança cuidada com amor passa a explorar o mundo de forma mais rápida”, afirma o Ministro Osmar Terra

O Ministro da Cidadania, Osmar Terra, falou sobre a importância dos cuidados durante a primeira infância e os benefícios do programa Criança Feliz

(Foto: Rogério Lorenzoni)

O Ministro da Cidadania, Osmar Terra, deu início a segunda palestra do nosso 7° Seminário Internacional Pais&Filhos falando sobre o projeto “Criança Feliz” que já atende mais 600 mil pessoas no Brasil. Pai de Arthur e Enzo, ele é médico formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Mestre em neurociência. “Estou em um ambiente que acho mais importante em qualquer política pública, em que se trabalha a relação de pais e filhos — o fundamento de todas as outras”, começou.

-Publicidade-

“São os filhos criados por nós que irão mudar o mundo lá na frente. E o que muda o mundo é o desenvolvimento humano, a ciência e a educação”, defende. Por isso é tão essencial o acompanhamento dos responsáveis, aqueles que têm vínculo afetivo com a criança, durante a primeira infância. É justamente este o objetivo do projeto “Criança Feliz”: ajudar famílias com condições financeiras menores a ter os mesmos direitos de desenvolvimento familiar que o restante da população.

“Há 25 anos, não sabíamos como se organizam o cérebro e as competências humanas. Hoje, já sabemos que as informações mais importantes de um ser humano se formam nos primeiros mil dias de vida”, explica.

-Publicidade-
(Foto: Rogério Lorenzoni)

Dessa forma, Osmar Terra defende que o que acontece neste primeiro período marca o restante da vida de uma criança no futuro. “Um adulto de 18 anos tem a metade das conexões de uma criança de 3 anos, por exemplo. Até os 8 meses de idade, a criança vai no colo de qualquer um, mas depois já começa a escolher a pessoa e mantém uma relação e enxerga naquela pessoa uma base segura que atenda as suas necessidades. As emoções não são ensinadas na escola. E a criança não imita, ela sente o que a mãe está sentindo. Por isso, é preciso ter cuidado com o que é transmitido ao seu filho”, defende.

Segundo o Ministro, a criança que é cuidada com amor passa a explorar o mundo de forma mais rápida. “A diferença entre uma criança que é maltratada ou negligenciada de uma que recebe amor é enorme. Se a criança sofrer algum abuso entre o oitavo e décimo oitavo mês de vida, terá consequências negativa pelo resto da vida. O que torna a pessoa menos agressiva é justamente os cuidados e os limites dados pela família”, explica.

O abismo entre uma criança de classe média e a pobre é gigantesco, apesar de terem nascido com as mesmas capacidades. O Criança Feliz é um programa para causar impacto domiciliar na vida das famílias, orientando e as ajudando a como estimular as crianças de 0 a 6 anos.

Leia também:

Léo Jaime abre as palestras da melhor forma: “Você é o maior exemplo para o seu filho”

Começou! O 7º Seminário Internacional Pais&Filhos está demais

Descubra o que você vai encontrar na sacola de brindes do 7° Seminário Internacional Pais&Filhos

    -Publicidade-