Você por aqui! Confira os melhores comentários da audiência do 13º Seminário Internacional Pais&Filhos

Beto Bigatti, pai de Gianluca e Stefano, está sendo responsável por fazer a interação em tempo real durante o Seminário

Resumo da Notícia

  • Vem ver alguns dos melhores comentários da nossa audiência no 13º Seminário Internacional Pais&Filhos
  • A interação está sendo feita em tempo real por Beto Bigatti
  • Confira os detalhes

O 13º Seminário Internacional Pais&Filhos trouxe como tema ‘As mães vão dominar o mundo’. Diante disso, o evento contou com 8 horas de palestras, bate-papos e reflexões muito importantes – mas que não seriam nada sem a sua participação, né?

-Publicidade-

Por causa disso, contamos com a ajuda de Beto Bigatti para fazer, durante toda a transmissão, a interação ao vivo com a nossa audiência nos canais do Youtube e do Facebook. Beto é criador do blog Pai Mala e pai de Gianluca e Stéfano! E vimos comentários incríveis! Te mostramos a melhor parte dessa troca abaixo.

Beto está acompanhando os comentários da audiência ao vivo
Beto está acompanhando os comentários da audiência ao vivo (Foto: Divulgação)

“Qual a importância das mães mostrarem essas fraquezas e dificuldades para os filhos? É necessário mostrar vulnerabilidade para os filhos?”, começou Beto, lendo o comentário que Helena Selegatto fez durante a palestra “Maternidade: nem pra mim, nem pra você, nem pra eles”, com Tatiana Paranguá.

Ele também leu a declaração de Carolina, que se sente culpada por ir trabalhar e deixar o filho em casa. A palestrante Tatiana respondeu a questão da internauta. “O homem não pode ter medo desse domínio das mulheres, das mães; elas vão dominar o mundo e que bom porque nós, homens, vamos acompanhá-las”, disse Beto.

“Tá tudo lindo, parabéns Pais&Filhos”, citou Beto, interagindo com a audiência.

No bate-papo com Beta Wathely, Beto leu os seguintes comentários: “A arte de esconder as noites que não dormimos” e “Minha mãe é meu mundo”. Beto contou que nos comentários, os internautas estão interagindo entre si, e até trocando dicas de livros! Que demais!

Mariana Arasaki, que participou do 2º bate-papo do seminário e é mãe de 10 filhos, também arrancou comentários da audiência. Beto leu a opinião de um internauta: “Nossa! E eu já me achava ‘bam bam bam’ de ter 5 filhos.” Ele leu muitos comentários falando sobre os gastos de se ter 10 filhos.

No bate-papo com Bia Borja, do PAISdemia, Beto leu mais comentários e citou os principais, onde os pais apontaram o medo sobre a pandemia e que realmente, ela ainda não acabou. Beto comentou sobre a participação ‘ilustre’, de Dado Schneider, um dos parceiros de projeto de Bia. “Dado está mandando várias palminhas! A conversa está demais. Todos estão elogiando”, disse ele.

Na última mesa redonda, chamada “Cabo de Guerra”, Beto Bigatti foi surpreendido pela participação da esposa dele, Luciana Tornquist. Junto ao casal, quem esteve no bate-papo foi Amanda Pereira e André Polonca e Raka Minelli com Daniel Gaspary. Durante a conversa, Beto soltou o verbo e disse que “O homem que não assume a paternidade ele está perdendo”, no momento em que a presença paterna foi a pauta do momento.  A esposa de Beto, Luciana Tornquist elogiou o marido ao vivo, no momento em que eles conversavam sobre o papel de mãe e de pai dentro do lar, “Antes de ter um filho a gente já compartilha as tarefas de casa!”. Beto também leu vários comentários da transmissão ao vivo e disse: “Em casa tudo é de todos!”.

Assista ao seminário

O evento está sendo transmitido ao vivo online através do Facebook e YouTube da Pais&Filhos. Além disso, no Instagram, também mostramos os bastidores e flashes do Seminário.

Programação completa

11h – Abertura

11h20 – Palestra 1 | Maternidade: nem pra mim, nem pra você, nem pra eles | Tatiana Paranaguá

12h20 – Bate-papo 1 | Beta Whately

12h50 – Mesa-redonda 1 | Pode dizer que são elas | Mariana Ferrão, Eliane Dias, Maya Eigenmann, Verônica Oliveira, Izabella Borges

14h30 – Palestra 2 | O poder da mãe | Marcos Piangers

15h20 – Bate-papo 2 | Mariana Arasaki

15h40 – Palestra 3 | Mãe também é gente: sexo, paz, rock ’n’ roll e pijama | Ana Canosa

16h20 – PAISdemia

16h40 – Bate-papo 3 | Izabella Camargo

17h15 – Mesa-redonda 2 | Cabo de guerra | Tatah Fávero e Vitin, Raka Minelli e Daniel Gaspary, Laura Gama e Camila Lucoveis

18h30 – Encerramento

Conheça o tema desta edição

Metade das pessoas no mundo são mulheres, a outra metade são pessoas que vieram ao mundo por causa de uma mãe. Ainda não ficou clara a importância em olhar de perto como vive essa mulher?

A gente reforça que um filho é responsabilidade do pai e da mãe, mas essa desigualdade de papel ainda está longe de acabar. Por isso, uma mãe responde diariamente pelas ações dela no mundo. Ao tentar fazer tudo “perfeito”, vão existir situações de acertos e de muitos erros.

Temos que estender as mãos a essas mulheres. Não largar de jeito nenhum. Os homens, pais, são fundamentais nessa conversa. Se a gente entender que o planeta depende de um ambiente cuidadoso com a criação dos filhos, tudo seria bem mais leve. E é isso que a gente busca. Mas sem ser levianos, vamos mostrar caminhos que podem ser fáceis de enxergar, mas muitas vezes dolorosos de falar.

Todo mundo vem de uma mãe. Só a partir disso já pode-se dizer que é um domínio mundial. As mães vão dominar o mundo, vamos olhar para isso com profundidade. O que a gente fizer hoje, reflete nesse mundo daqui alguns anos. Sua participação nessa conversa é fundamental.