Família

10 coisas que todos os pais divorciados deveriam fazer pelo filho

Não use a criança para provocar o ex

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: iStock)

(Foto: iStock)

A escritora americana Laurel Niedospial compartilhou um texto no site PopSugar sobre sua própria experiência com o divórcio. Ela contou que quando tinha 5 anos de idade os pais se separaram. “Não lembro de quase nada sobre o casamento dos dois, de toda a minha infância só tenho memórias sobre viver em duas casas”, comentou. Embora, seja difícil escrever sobre separação sem soar triste, ela gostaria de compartilhar algumas coisas que acredita serem importantes para o desenvolvimento do seu filho (por experiência própria).

#1 dizer que não foi culpa dele

Acima de tudo, garanta que seus filhos saibam que o divórcio não foi culpa deles. Fale sobre isso com seriedade, garantindo que eles saibam que, enquanto seu amor pelo seu ex-parceiro desapareceu, seu amor por eles nunca irá embora.

#2 comunicar com respeito

Este é um grande problema, já que as palavras que escolhemos usar são muito importantes. Seja respeitoso com o seu ex e, se possível, com o novo relacionamento dele. As crianças pegam tudo para si, então tenha muito cuidado com o que você diz ao seu ex quando seus filhos estão por perto. Certifique-se de que eles sabem que só porque as coisas acabaram, não significa que o pai deles é ruim.

#3 se reunir para tomar decisões importantes sobre o filho

Ninguém quer ser o pai mau, por isso certifique-se de que todas as grandes decisões serão unânimes. Isso salvará você de inúmeras dores de cabeça mais tarde e dará aos seus filhos uma sensação de união e uma sólida base familiar.

#4 ir a eventos familiares juntos

Festas de aniversário, formaturas e outros eventos em que vocês provavelmente iriam juntos se ainda estivessem casados, devem ser atendidos em família. Sentem-se junto, sorria e lembre-se porque você está lá, por causa das crianças!

#5 não fale mal do ex para o filho

Muito possivelmente a tarefa mais difícil de todas é nunca falar mal do seu ex para as crianças ou para os outros quando eles estiverem por perto. Mesmo que o seu ex-parceiro seja um pateta, isso não é algo que seus filhos precisam pensar. Se você não pode dizer nada de bom, não diga nada.

#6 respeite o tempo dele com o seu ex

Seu parceiro merece ter tempo com os filhos. Faça o que puder para respeitar esse tempo. E se puder fique animado com seus filhos quando eles contarem sobre o tempo com o outro pai.

#7 não use seu filho para provocar o outro

Pode ser tão fácil cair nessa armadilha. As crianças não devem ser uma forma de negociar coisas com seu ex. Cuidado!

#8 escute seu filho

Já que as crianças são conhecidas por serem falantes, elas vão querer contar sobre o tempo delas com o outro pai. Apenas ouça, comente quando necessário e seja um ouvido aberto para o seu filho. Procure não perguntar sobre o que seu ex está fazendo.

#9 construa tradições

Crie tradições especiais para os seus filhos neste novo mundo à parte do seu cônjuge. Pode ser algo pequeno, como comprar donuts toda sexta-feira ou ter uma noite de cinema. Além de ser algo que eles aguardarão ansiosamente, você também terá algo em que pensar durante o tempo em que eles não estiverem com você.

#10 abrace as diferenças

While most big rules should be the same between houses, it’s OK to realize that each house will be a little different, so have fun with that. The children will look forward to both houses for the differences, not how similar you’re trying to make it.

Embora e tenha dado algumas dicas aqui cada família é de um jeito e cada história é diferente. Não se sinta culpada se não conseguir seguir uma dessas dicas. Você sempre vai querer o melhor para o seu filho, eu sei!

Leia também:

Divórcio na gravidez: “decidi, quando dei à luz ao meu filho, que não seria uma vítima”

Mãe escreve carta à filha pequena para contar sobre divórcio

Número de divórcios cai pela primeira vez depois de lei facilitadora