Adolescente de 14 anos suspeito por matar bebê de 4 anos com explosivo se entrega às autoridades

Ayla Manuella, de 4 anos, estava dormindo no momento em que foi atingida pelo explosivo no último domingo, 26

Resumo da Notícia

  • Adolescente suspeito de matar bebê 4 anos enquanto dormia com um explosivo se entrega às autoridades;
  • O acidente que levou a menina Ayla Manuella aconteceu no final da tarde do dia 25;
  • O menino se entregou na última terça-feira, 28.

O adolescente de 14 anos, suspeito por jogar um explosivo na residência de Ayla Manuella, a vítima de 4 anos, apresentou-se na Delegacia de Investigações Gerais de Jaú e foi apreendido, segundo informações da Secretaria da Segurança Pública.

-Publicidade-

Segundo as informações fornecidas pelo portal R7, o rapaz se entregou na terça-feira (28) e ficará agora à disposição da Vara da Infância e Juventude. O caso foi registrado como ato infracional de lesão corporal culposa.

Uma câmera de segurança captou o momento que o artefato passou por cima do muro da casa e entrou no quarto, onde foi parar no colchão em que a criança estava.

Registros feitos por uma câmera de segurança em Barretos captaram o momento que o jovem atira o explosivo para dentro da residência
Registros feitos por uma câmera de segurança em Barretos captaram o momento que o jovem atira o explosivo para dentro da residência (Foto: Reprodução/R7)

Entenda o caso

No último domingo, 26, Ayla Manuella Ribeiro da Piedade, de 4 anos, morreu após ser atingida por um explosivo que caiu no interior do quarto em que dormia em Barretos, interior de São Paulo. A menina foi atendida pelo Hospital da Santa Casa de Barretos, mas não resistiu aos ferimentos. As informações foram fornecidas pelo G1.

A explosão ocorreu no fim da tarde de Natal, 25, enquanto a menina dormia em um dos quartos da casa que morava. As câmeras de segurança mostram um jovem arremessando um objeto em direção à casa da família. O suspeito foi identificado como um adolescente de 14 anos.