Anvisa recebe pedido de uso emergencial de remédio contra a covid-19

O remédio se chama Paxlovid, da Pfizer, e análise dele para uso pode levar 30 dias. O pedido foi feito nesta quarta-feira, 16 de fevereiro

Resumo da Notícia

  • Anvisa recebe pedido de uso emergencial de remédio contra a covid-19
  • O remédio se chama Paxlovid, da Pfizer, e análise dele para uso pode levar 30 dias
  • O pedido foi feito nesta quarta-feira, 16 de fevereiro

Na manhã desta quarta-feira, 16 de fevereiro, a Anvisa recebeu o pedido do uso emergencial de um remédio contra a covid-19. O medicamento é da Pfizer e se chama Paxlovid. O pedido foi feito pela própria farmacêutica.

-Publicidade-

O Paxlovid é um medicamento de uso oral, e estudos já mostraram que ele é capaz de diminuir em até 88% as internações e mortes por coronavírus. Até agora, China, Estados Unidos, Canadá e a União Europeia já aprovaram o uso emergencial do remédio.

O remédio pode reduzir em até 88% as internações e mortes por coronavírus
O remédio pode reduzir em até 88% as internações e mortes por coronavírus
(Foto: Getty Images)

A Anvisa afirmou que, a partir de agora, são necessárias 24 horas de análise para uma triagem do processo e verificar se documentos foram disponibilizados pela Pfizer. Caso algo esteja faltando, é possível a solicitação de mais documentos para a farmacêutica.

No ano passado, porém, o diretor da Pfizer Albert Bourla confirmou que o sucesso de testes do medicamento não é motivo para que as pessoas pare de se vacinar contra a covid-19. “O fato de termos um tratamento não é de jeito nenhum razão para não tomarmos a vacina. Na verdade, devemos tomar a vacina”, disse ele, em coletiva.