Bebê morre após ficar 5 horas trancado em carro enquanto mãe jogava bingo

Kaija Millar foi condenada à prisão nesta quinta-feira, 10 de fevereiro. O caso aconteceu na Austrália

Resumo da Notícia

  • Kaija Millar deixou o filho trancado em um carro
  • O menino de 14 meses ficou no veículo por 5 horas, sem ar-condicionado e janelas abertas
  • Naquele dia, a temperatura ultrapassava os 37ºC

Nesta quinta-feira, 10 de fevereiro, Kaija Millar, de 34 anos, foi condenada à prisão na Austrália após abandonar o filho de 14 meses dentro do carro. A mulher alegou que o havia deixado para se divertir com jogos de azar, como bingo e caça-níqueis, em um hotel próximo.

-Publicidade-

De acordo com a justiça, o bebê, chamado Easton, ficou cerca de cinco horas preso à cadeirinha do carro. Naquele dia, devido o calor que ultrapassava os 37ºC, a criança sofreu graves convulsões e chegou a espumar pela boca.

Kaija Millar deixou o filho trancado para jogar bingo (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Além da alta temperatura, a criança foi deixada sozinha no veículo que estava com o ar condicionado desligado e as janelas fechadas. Por volta das 15 horas, a mulher voltou para o carro, porém o menino já havia perdido a vida.

Kaija Millar pediu ajuda e chamou os paramédicos. Para a policia, a mãe de Easton negou que havia deixado o filho sozinho no carro, mas depois afirmou que ele ficou “apenas” duas horas no carro, com as janelas abaixadas e o ar condicionado ligado.

Hoje, a juíza responsável pelo caso, Felicity Hampel, condenou a australiana a três anos de prisão, com cumprimento obrigatório de pelo menos um ano. O laudo médico apontou que a criança teve insuficiência renal, lesões irreversíveis no cérebro, danos no fígado e cegueira.