Bisavô de 90 anos ganha festas surpresas temáticas de “mêsversários”

Segundo as filhas de Hédio, de 90 anos, ele que teve a ideia, após ver as festas mensais do bisneto

Resumo da Notícia

  • Em Santa Catarina, um idoso de 90 anos ganha festas de aniversário todo mês
  • Após ver os "mêsversários" do bisneto, ele também quis que fizessem para ele
  • As filhas contam que sempre fazem dos temas que ele gosta

Uma família de Criciúma, Santa Catarina, começou a fazer festas de “mesversários” surpresas e temáticas para o bisavô, Hélio Francisco Nunes, que fez 90 anos no ano passado. “A ideia surgiu dele mesmo e quem pensa em tudo é a Nádia, a filha mais velha”, contou Márcia Maria Nunes Milanez, que também é filha de Hédio, em entrevista ao G1.

-Publicidade-

“Ele viu as festas para o bisneto Arthur e perguntou por que fazemos para o bisneto e não para ele”, acrescentou a filha. O primeiro mêsversário foi em julho de 2021, no aniversário de 90 anos de Hédio. Na ocasião, a família aproveitou e reutilizou a decoração do personagem Mickey, que foi tema da festa do bisneto.

Hédio aguarda todos os meses pela festa, que acontece sempre perto do dia 14, quando ele nasceu. A filha mais velha do senhor, Nádia Marisa Nunes, de 62 anos, organiza os eventos e falou sobre os temas: “Só coisas que o pai gosta.” Depois da festa do Mickey,  já foram feitas celebrações de comida mexicana, do seriado Chaves, de surfe, baralho, sítio, comida árabe e Páscoa, por exemplo.

Bisavô de 90 anos ganha festas surpresas temáticas de "mêsversários"  (Foto: Reprodução Arquivo Pessoal)
Bisavô de 90 anos ganha festas surpresas temáticas de “mêsversários” (Foto: Reprodução Arquivo Pessoal)

As comemorações normalmente são preparadas de madrugada, quando Hédio ainda está dormindo. “Se passar do dia 14 e não tiver festa, ele vem falar com a gente. Como quem diz ‘vocês não vão fazer?’. Ele tem uma neta que é fotógrafa, a gente tenta ver a disponibilidade de todo mundo [para escolher o dia]”, disse Márcia.

A família também celebra para agradecer pela saúde de Hédio. Em 2020, no início da pandemia, o bisavô teve um acidente vascular cerebral (AVC). “Comemoramos cada vez, que ele conseguiu superar”, contou Nádia. Depois do acidente, ela se mudou para a casa do pai, para conseguir cuidar melhor dele. “Ele sempre foi muito ativo. Quando ele se aposentou, aos 70 anos fez o caminho de Santiago de Compostela [na Espanha]. Sempre foi muito positivo e lutador”, contou a filha primogênita.

Hédio se sente feliz com as festas: “Fico satisfeito. Gosto de surpresas”, afirmou. O “mêsversário” desse mês de maio já aconteceu, na última sexta-feira, dia 13 de maio, com o tema de comida árabe.

Ele teve festas de diversos temas (Foto: Reprodução Arquivo Pessoal)
Ele teve festas de diversos temas (Foto: Reprodução Arquivo Pessoal)