Carol Trentini diz que mãe sofreu golpe por aplicativo de mensagens e explica como os ladrões fizeram

Segundo a modelo, bandidos se comunicaram com a matriarca, fingindo ser a filha, usando a mesma foto e com um discurso carinhoso que a enganou

Resumo da Notícia

  • A modelo Carol Trentini contou que a mãe, Lourdes Trentini, perdeu as economias de tantos anos de trabalho em golpe
  • Segundo ela, bandidos se comunicaram com a matriarca, fingindo ser a filha em um aplicativo de mensagens
  • Eles pediam para que a senhora fizesse uma grande transferência de dinheiro

A modelo Carol Trentini contou que a mãe, Lourdes Trentini, perdeu as economias de tantos anos de trabalho em golpe. Segundo ela, bandidos se comunicaram com a matriarca, fingindo ser a filha em um aplicativo de mensagens, usando a mesma foto e com um discurso carinhoso que a enganou.

-Publicidade-

Eles pediam para que a senhora fizesse uma transferência de dinheiro. Achando que fosse a filha, a aposentada não só fez a transferência como pediu dois empréstimos, algo que Dona Lourdes nunca tinha feito na vida, nem em momentos de dificuldades financeiras.

“Foi muito cruel, lidar com amor de uma mãe pelos filhos, destrói não só um patrimônio como o emocional da vítima, e o que mais me choca é o profissionalismo dos criminosos. Minha mãe fez dois empréstimos, está endividada”, contou a modelo em entrevista ao Mais Você.

(Foto: Reprodução/ Mais Você)

11º Seminário Internacional Pais&Filhos – A Sua Realidade

Está chegando! O 11º Seminário Internacional Pais&Filhos vai acontecer no dia 1 de junho, com oito horas seguidas de live, em formato completamente online e grátis. E tem mais: você pode participar dos sorteios e ganhar prêmios incríveis. Para se inscrever para os sorteios, ver a programação completa e assistir ao Seminário no dia, clique aqui!

O primeiro passo dos golpistas foi pedir para que Dona Lourdes salvasse o novo número. A aposentada apagou o número antigo, e verdadeiro, da filha e ainda tentou ligar para o novo contato, porém, não conseguiu. Os criminosos alegaram que o aparelho estava ruim e que a comunicação deveria ser só por mensagens. A partir disso, vieram os pedidos de dinheiro e, aflita, ela foi à agência bancária, onde foram feitos os depósitos e empréstimos.

De acordo com Carol, o banco alegou que não pode invadir a privacidade dos clientes, mas ele pede mais proteção. “Faço um apelo por mais segurança a todos, não só aos idosos. São muitas pessoas que caem nos golpes e é muito triste essa sensação de conformidade.”