Casal se reencontra de maneira inesperada 40 anos após serem obrigados pela família a se separar

Penny Umbers, 60 anos, e Mark Bethel, 61, tiveram que terminar por conta de uma atitude racista

Resumo da Notícia

  • Penny e Mark foram separados pelos familiares
  • Os pais de Pennu não aprovavam ela namorar um preto
  • O casal se encontrou depois de 40 anos e finalmente ficaram juntos

Feitos um para o outro! Há 40 anos atrás, o relacionamento de Penny Umbers, 60 anos, e Mark Bethel, 61, foi atrapalhado por conta de questões de racismo. Hoje, eles finalmente se reencontraram e vão se casar. O reencontro aconteceu por conta do Facebook e de uma foto postada por Penny. As informações são do Birmingham Live.

-Publicidade-
Penny Umbers e Mark Bethel ficaram juntos após 4 décadas
Penny Umbers e Mark Bethel ficaram juntos após 4 décadas (Foto: Reprodução / Birmingham Live)

Penny tinha 16 anos quando conheceu o jovem das Bahamas, Mark, de 17 anos, que foi estudar em uma escola particular em Nottingham. Os dois rapidamente se apaixonaram e iniciaram a relação. O primeiro afastamento foi quando o homem teve que voltar ao país de origem. Longe, eles trocavam cartas de amor, poemas e pinturas.

Mais perto

Uma oportunidade de ficarem juntos surgiu após uma bolsa de estudos dar a Mark a possibilidade de cursar o ensino médio em Londres e Penny começar a frequentar uma faculdade pelas redondezas. Tudo ia bem no relacionamento, até que Mark finalizou tudo sem dar maiores explicações. Eles ficaram sem contato e acabaram casando com outras pessoas.

O vestido

Em 2019, por conta de uma foto de Penny vestindo uma roupa preta, em frente à fachada do Castelo de Windsor, que chamou a atenção de Mark, o reencontro aconteceu. “Quase 40 anos depois eu não tinha certeza se era ela. Enviei mensagens repetidas, mas ela não era realmente uma usuária ativa, então esperei alguns meses até ela ler”, disse.

Ele decidiu enviar uma mensagem e eles conseguiram se falar pela primeira vez em décadas. O motivo do término foi revelado por Mark após Penny ir visitá-lo nas Bahamas. “Eu não sabia, mas meu pai foi para a universidade de Mark. Ele disse conhecer pessoas em cargos importantes e que revogaria sua bolsa se ele não parasse de me ver”, contou a mulher.

“Disseram que ele não deveria ter um relacionamento com uma garota branca. Mark não poderia sobreviver em Londres sem sua bolsa de estudos e teria que voltar para as Bahamas, sem nenhum diploma, com seus pais dizendo: ‘te avisamos tanto!'”, relatou.

Mark, depois da ameaça, manteve a distância da ex-namorada e viajou o mundo em hotelaria, mas sempre com ela na cabeça. “Quando nos conhecemos, eu me apaixonei por ela e foi mágico. Quando o pai dela falou comigo, eu não conseguia acreditar que estava naquela situação. Eu não tinha muito poder. Eu estava a milhares de quilômetros de distância de casa, em um país estrangeiro. Eu era totalmente dependente da minha bolsa de estudos. Foi de partir o coração”, declarou Mark.

Nova fase

Eles já estão se relacionando e o casamento está nos trilhos. Além disso, estão escrevendo um livro sobre o que viveram, com o intuito de conscientizar as pessoas. “Eu sempre fui próxima do meu pai, então pensar na maneira como ele me traiu durante toda a minha vida e nunca me deixou saber a verdade? Acho que ele não queria um genro negro. Meu pai tem Alzheimer, então não posso falar com ele sobre isso agora”, concluiu Penny