Caso raro: Duas irmãs tiram mil na redação do Enem com apenas anos de diferença

Giovanna Dias e Maria Oívia conseguiram o marco de passar em Medicina na Universidade Federal

Resumo da Notícia

  • Giovanna Dias e Maria Olívia conseguiram tirar mil na redação do Enem
  • Maria conquistou o marco em 2014 e Giovanna em 2021
  • Além de terem conquistado a nota Giovanna seguirá os passos da irmã na profissão também

Duas irmãs conseguiram tirar nota 1000 na redação do Enem com apenas alguns anos de diferença. Maria Olívia havia conquistado o marco na família em 2014 e decidiu cursar medicina na Universidade Federal de Pernambuco, e 7 anos depois a mesma conquista veio para Giovanna Dias, 19.

-Publicidade-

“Assim que consegui acessar meu boletim, fui acordar a Maria Olívia. Ela acabou de se formar em medicina [aos 25 anos] e está trabalhando muito; tinha ido dormir no meio daquela confusão da espera pelas notas”, contou Giovanna ao G1. “Quando contei do ‘mil’, ela ficou em choque e me abraçou muito!”

E assim como a irmã, Giovanna também irá cursar medicina. “Também pretendo fazer medicina na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)”, disse. “Eu não tinha esse sonho, até ver a Maria Olívia no internato, nos encontros com os pacientes, tão inserida no sistema de saúde… Acompanhar tudo tão de perto despertou meu interesse.”

As duas irmãs cursam medicina
As duas irmãs cursam medicina (Foto: Reprodução/G1)

O próximo passo é, na semana que vem, inscrever-se no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Como Giovanna estudou desde o 6º ano na escola de aplicação da UFPE, poderá se cadastrar na modalidade de cotas para egressos da rede pública.

Giovanna terminou o ensino médio em dezembro de 2020. No ano seguinte, dedicou-se exclusivamente aos estudos para o Enem — continuou com aulas de redação e ainda se matriculou em um cursinho preparatório para o exame. “Tentei apostar mais no lado prático: priorizei exercícios, simulados e treinos de textos”, diz. “Fui ganhando confiança para montar a estrutura da dissertação, aí passei a focar no meu repertório cultural.”

Depois de entregar a prova, Giovanna optou por nem encostar mais na folha de rascunho da redação. Ela temia encontrar algum erro ou descobrir que seu texto estava insatisfatório. Graças às citações brilhantes dela na redação do Enem, ela conseguiu atingir o marco da nota mil, e agora só espera os processos da Universidade para oficialmente estudar medicina.